Televisão

A nova série de “Gossip Girl” está a chegar a Portugal — conheça as personagens

Tem dez episódios e novas personagens, mas continua a centrar-se nos miúdos ricos das escolas privadas de Nova Iorque.
Há dez novos episódios para ver.

Nove anos depois do final de “Gossip Girl” é provável que os fãs já sintam saudades de Serena van der Woodsen, Bair Waldorf, Chuck Bass, Dan Humphrey ou Nate Archibald — para relembrar apenas cinco das personagens mais famosas da série. Em 2019, chegou a boa notícia de que G.G. (como ficou conhecida na época) iria ia ter direito a um reboot. Estava prevista chegar aos ecrãs em 2020, mas a pandemia obrigou a adiar a data de lançamento um ano. 

Depois de estrear nos EUA durante o verão, chega agora a Portugal: arranca na HBO esta terça-feira, 26 de outubro. Ao todo são dez episódios. Para os saudosistas (ou para quem quiser espreitar a versão anterior) ficam disponíveis no catálogo da plataforma de streaming todas as temporadas da série original também no mesmo dia.

O enredo passa-se vários anos após Serena, Dan, Blair, Chuck e Nate terem saído da escola. Aqui, uma nova geração de adolescentes das escolas privadas de Nova Iorque é apresentada à vigilância social de “Gossip Girl”. Esta nova série vai abordar a forma como as redes sociais — e a própria Nova Iorque — têm mudado ao longo dos últimos anos.

Parte da equipa original está de volta para o novo projeto. Josh Schwartz e Stephanie Savage são produtores executivos, sendo que o showrunner é Josh Safran, que foi um dos argumentistas e produtores da série que durou entre 2007 e 2012 e que era transmitida no canal The CW.

“Comecei a pensar que a hipótese de uma única pessoa ser a fonte dos boatos era uma ideia velha. Porque agora, o diz que disse está em todo o lado: é o tweet que alguém publica e depois toda a gente faz retweet”, explicou Safran à revista “Entertainment Weekly”.

Os meios de comunicação são diferentes e a geração é outra, mas Josh Safran continua a focar-se na elite dos adolescentes nova-iorquinos. Outra diferença em relação à primeira versão da série é que o elenco regular foi alargado. “A produção foi elevada, é mais sofisticada e maior.”

Os protagonistas até podem ser mais ricos do que os seus antecessores, mas também são muito mais conscientes. “Em 2007, não havia [a plataforma] Zillow, onde podes ver quanto é que os pais pagaram pelos apartamentos. Agora, crianças de nove anos podem estar online e ver quem fez doações ao Comité Republicano. Tudo isso alterou as dinâmicas dos adolescentes nesta série, porque estão mais conscientes do mundo que os rodeia.”

Têm mais noção do seu privilégio, social e financeiro, mas também estão mais a par das transgressões morais cometidas pelos progenitores. “A série é muito focada nos pecados dos pais. [Na original], os miúdos não sabiam. Nesta versão, sabem de onde é que o dinheiro dos pais vem e o que fizeram para chegarem ali.”

Apesar destas mudanças, o tom permanece o mesmo — e estão prometidas reviravoltas inesperadas, momentos trágicos mas também de alegria e euforia.

Carregue na galeria para conhecer as principais personagens da nova série de “Gossip Girl”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT