Televisão

Aqui está a nova série sobre uma família improvisada ao estilo “This Is Us”

Chama-se “Council of Dads” e será transmitida no TV Cine Emotion. Mantenha os lenços por perto.
Pais improvisados por amor.

Estávamos a 24 de março quando a NBC, estrategicamente, lançou “Council of Dads”. O primeiro episódio foi lançado nos Estados Unidos logo a seguir ao final de temporada de “This Is Us”, a série dramática que se tornou o principal sucesso do canal.

A estreia fez-se assim à boleia das audiências de “This Is Us” (“Isto Somos Nós”, no título português), embora só para finais de abril estivesse prevista a continuação da série. A pandemia meteu-se pelo meio e enquanto nos EUA a série foi sendo lançada entre a primavera e o verão, foi preciso esperar até este mês para a estreia entre nós.

Os fãs de “This Is Us” estão já bem familiarizados com um drama, onde as relações familiares são abaladas e se estreitam, em diálogos carregados de emoção e geralmente acompanhados por montagens com longas sequências musicais.

Embora não o faça com a frequência e a experiência de “This Is Us”, uma série bem habituada a dar-nos episódios inteiros no passado, para nos revelar algo mais sobre o presente da série, “Council of Dads” também tem os seus jogos temporais. A referência, ainda assim, é o ano inteiro em que se vai passar a ação.

A história anda à volta de Scott Perry (Tom Everett Scott). Diagnosticado com um cancro potencialmente terminal, Scott prepara-se para uma luta da qual não sabe se vai sobreviver.

Com este fantasma da morte a pairar, surge a ideia de preparar um conselho de pais. A ideia é simples: selecionar entre os seus melhores três amigos que vão lá estar, a dar apoio à sua mulher, Robin (Sarah Wayne Callies), em momentos fulcrais da educação dos miúdos. Callies, que os fãs de “The Walking Dead” conhecerão com Lori Grimes, lembrou em entrevistas a importância de algo simples que faça chorar e rir. E admitia até que havia algo de arrojado em lançar uma série assim, num tempo em as séries com distopias ganham cada vez mais semelhanças com a dura realidade.

A premissa abre caminho a inevitáveis transformações. É todo um núcleo familiar que se vai expandir, a que se juntam uma série de outros desafios. Afinal de contas, com miúdos de diversas idades, há sempre margem para introduzir novas linhas narrativas.

Os três pais improvisados têm também características bem diferentes. Do ponto de vista narrativo, não só têm coisas diferentes para dar aos miúdos, como cada um deles tem o seu próprio potencial, quer para momentos de drama, quer para momentos de humor. São eles: Anthony (Clive Standen), um solteirão com dotes de chef e amigo de longa data de Scott, Oliver (J. August Richards), oncologista e grande amigo de Robin, e Larry (Michael O’Neill), o amigo de poucas palavras.

A série tem por trás o know-how de Tony Phelan e Joan Rater, uma dupla de argumentistas e produtores que acumulam dezenas de episódios de “Anatomia de Grey”, esse colosso dos twists relacionais, diálogos emotivos e sequências acompanhadas de música, que mantém um público fiel desde 2005.

A TV Cine Emotion estreia terça-feira, 13 de outubro, às 22h10, a primeira temporada de “Council of Dads”. Durante as próximas semanas irá lançar os dez episódios que compõem esta temporada, que deverá ser também a única da série. É que entre audiências modestas e a pandemia, a produção acabou por ser cancelada pela NBC. 

O anúncio da não continuação da série não se fez sem drama, como seria de esperar. Em julho, popularizou-se inclusive uma hashtag a pedir para salvar a série, #SaveCouncilOfDads. É raro um canal de televisão voltar atrás com uma decisão destas, embora quando a pressão é grande já tenha havido bonitas concessões — como um episódio novo, mais longo, em jeito de filme, para dar outro sentido ao fim da série.

Não sabemos se será o caso desta vez, ainda assim o mais provável é que o canal opte por revisitar a fórmula do drama familiar noutro formato, ainda à procura de replicar o sucesso de “This Is Us”. Já o tentaram fazer antes com “The Village”, por exemplo.

Carregue na galeria e descubra que séries já estrearam este mês e as produções que ainda vão estrear até ao final de outubro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT