Televisão

As grandes dúvidas que ficaram por responder com o final da temporada de “This Is Us”

Descobrimos quem é “ela”, mas agora temos outras inquietações.
Jack parece estar bem, felizmente.

A terceira temporada de “This Is Us” levou-nos ao passado e até ao Vietname, mas acabou no futuro. O último episódio foi transmitido em Portugal a 4 de abril, na Fox Life. A série finalmente explicou algumas coisas que há muito queríamos descobrir — mas agora temos outras dúvidas.

A cena mais reveladora é, claro, quando percebemos que “ela” — de quem se falava há mais de um ano — é Rebecca. Esta timeline passa-se entre 12 a 15 anos à frente da anterior. Randall visita a mãe, que está acamada num quarto na casa do irmão, Kevin. O seu cabelo está bem mais cinzento, as rugas preenchem-lhe o rosto e a sua mente não está a 100 por cento.

“É o Randall. O teu filho, Randall”, diz para a mãe, que olha para ele com um olhar distante, como se não o reconhecesse. “Parece que ela está a chegar ao fim dos seus dias e obviamente não está no seu melhor estado mental”, comentou com o jornal “USA Today” um dos produtores executivos da série, Isaac Aptaker, que não revelou o que é que Rebecca tem e porque está ali (certo é que não está relacionado com o acidente de carro que vemos num flashback neste episódio).

Há outras questões que se levantam — porque “This Is Us” revelou mais detalhes. Por um lado, Kevin foi mesmo pai, já que vemos um rapaz a cumprimentar o “tio Randall”. Randall pergunta-lhe onde é que o pai está — e ele responde que foi buscar comida, porque se tinha esquecido antes. “Clássico Kevin”, comenta Randall. Não é revelada a identidade da mãe e, daquilo que nós sabemos, Zoe terminou a relação com Kevin precisamente porque ela não queria ter filhos. Por falar no futuro de Kevin, ele parece ter uma casa bastante grande (e cara) para alguém que estava a tentar recompor-se do problema com o álcool e que não estava propriamente focado no trabalho.

Apesar de ter nascido um bebé muito prematuro, Jack — o filho de Toby e Kate — cresceu e existe nesta linha temporal do futuro. Toby diz que falou ao telefone com Jack e que “eles estão a caminho” da casa de Kevin. Não sabemos se é Kate que está com ele, mas ela não aparece em qualquer parte desta timeline. Será que morreu? Será que eles se divorciaram? Será que Kate está simplesmente com o filho, a caminho? Toby tem estado bastante triste, sabemos que ele tem uma tendência para a depressão e já apareceu sem anel de casamento nesta linha temporal

“Vamos ter de esperar mais um bocado para descobrir o que se está a passar com a Kate no futuro”, disse Aptaker na mesma entrevista.

Também não temos uma explicação sobre o facto de Miguel (o segundo marido de Rebecca, depois de Jack) não estar ao lado de Rebecca na casa de Kevin. Muito menos sentido faz que na beira da cama esteja Nicky, o irmão de Jack que não quis voltar a aproximar-se da família quando eles descobriram que ele ainda estava vivo (e a morar não assim tão longe).

Uma das melhores notícias é que descobrimos que Beth e Randall — um dos casais favoritos de todos os fãs — estão, afinal, com uma relação saudável. Conseguiram ultrapassar os problemas que tinham no presente — e portanto no futuro conseguimos ver um anel de casamento no dedo de Beth. Está tudo bem, felizmente.

Apesar disso, e de termos visto a versão adulta da Tess, não há quaisquer sinais de Deja e Annie. Será que estão a caminho? Ou já não são próximas da família? Mudaram-se e vivem noutro sítio? Com “This Is Us” nunca sabemos.

Todas estas informações que colocam novas perguntas podem ser frustrantes para os espectadores. “Sempre que vamos para aquela timeline do futuro, tentamos dar respostas suficientes para que os fãs fiquem satisfeitos por terem recebido alguma informação, mas também para que tenham questões entusiasmantes o suficiente para que fiquem a pensar sobre a história”, explicou outra produtora, Elizabeth Berger, ao mesmo jornal.

Estamos, neste momento, a meio da história. “Acho que podemos dizer, sem adiantar um número, que quando digo que estamos a meio da série, estou a falar da evolução das personagens e das suas histórias. Eu e os meus argumentistas temos tudo cuidadosamente planeado para o resto da série que vai bastante além da próxima temporada. É tudo o que posso dizer por agora”, explicou o criador da série, Dan Fogelman, numa entrevista à revista “The Hollywood Reporter”.

Ou seja, é possível — talvez até provável — que “This Is Us” chegue à sexta temporada. Mas nada é certo. A equipa de produtores está agora a pensar no quarto capítulo, que não tem data de estreia e ainda não foi confirmado pela estação de televisão NBC, que faz a transmissão nos EUA. Quase certo é que a quarta temporada estreie entre setembro e outubro, se tivermos em conta o que tem acontecido nos últimos anos.

“Temos um plano grande e expansivo”, disse Fogelman. “A próxima temporada vai ser muito pesada no que diz respeito ao passado. E, numa certa altura, o presente vai tornar-se o passado. Sei que parece muito confuso, mas vai acontecer.”

Além de conhecermos o pai de Rebecca, já foi revelado que na quarta temporada vamos passar mais tempo a desvendar pormenores dos primeiros meses da relação de Jack e Rebecca, depois da road trip que fizeram à Califórnia.

Vamos ainda mergulhar num enredo sobre a puberdade dos três irmãos — Kevin, Kate e Randall —, até porque os atores estão a crescer e a tornar-se adolescentes. Vamos seguir três diferentes narrativas para acompanhar o crescimento dos miúdos.

Nos EUA, a série que vai substituir “This Is Us” na grelha da NBC chama-se “The Village” — e tem sido bastante comparada à história dos Pearson. Leia o artigo da NiT sobre o novo drama, que ainda não sabemos se vai chegar à televisão portuguesa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT