Televisão

As perguntas a que falta responder na última temporada de “La Casa de Papel”

A estreia está quase aí — e o grupo continua dentro do Banco de Espanha.
Eles continuam no mesmo sítio.

“La Casa de Papel” está a chegar ao fim. Desde o final de 2017 que a série espanhola se tornou um fenómeno global — tanto que a Netflix adquiriu os direitos para produzir a história a partir da terceira temporada. A jornada épica dos “atracadores” termina em 2021.

A quinta e última temporada da produção vai estar dividida em duas partes: a primeira estreia a 3 de setembro, a segunda a 3 de dezembro. Já sabemos que vai incluir cenas passadas em Lisboa (no ano passado captámos imagens das gravações na Bica).

Se não se recorda exatamente onde é que a história ficou, a NiT dá uma ajuda. O grupo continua dentro do Banco de Espanha, não houve grandes desenvolvimentos no plano durante a quarta temporada — tirando resolver os problemas inesperados — e, no final de tudo, entrou mais uma pessoa para dentro das instalações: Lisboa (que tinha passado a temporada inteira detida pela polícia).

Não foi um enorme cliffhanger como no final da terceira, quando Nairobi foi baleada e se esvaiu em sangue. Mas a história terminou em aberto: eis as perguntas a que a série terá de responder na quinta e última temporada.

O que vai fazer a inspetora Sierra?

É, digamos, o cliffhanger possível do final da quarta temporada. A inspetora Sierra foi afastada do cargo da polícia depois de revelar todas as torturas cometidas contra Rio com a aprovação do governo espanhol. Mas, nas últimas cenas da temporada, Sierra consegue descobrir o paradeiro de El Profesor. Será que vai prendê-lo e entregá-lo às autoridades, para que a recebam de volta? Será que está furiosa e quer destruir o grupo de assaltantes? Já agora, leia o artigo da NiT sobre a vida louca e provocatória da inspetora Sierra.

Tamayo vai continuar a liderar a operação policial?

Depois do desastre junto da opinião pública sobre a conduta da polícia, e das sucessivas derrotas e tentativas falhadas de travar o grupo, será que Tamayo irá conseguir continuar a liderar a operação policial a partir da tenda em frente do Banco de Espanha? Ou poderá ser substituído por alguém mais cruel e implacável? 

Que quadrado amoroso está a acontecer ali?

“La Casa de Papel” sempre teve muita ação, sim, mas também relações românticas que ajudaram a que nos identificássemos com as personagens e a tornar a narrativa emocionalmente mais envolvente. Nesta quarta temporada, Rio e Tóquio estiveram separados, Denver e Estocolmo zangaram-se, houve alguma tensão entre Denver e o “Maserati” Tóquio, e Rio e Estocolmo pareceram entender-se muito bem, o que levou aos ciúmes de Denver. O que vai resultar daqui é, neste momento, uma incógnita.

Como é que o grupo vai sair do Banco de Espanha?

A quarta temporada foi, basicamente, passada a resolver imprevistos e problemas inesperados. Até agora, não recebemos grandes pistas sobre como é que o grupo vai sair do Banco de Espanha nem quando é que é a altura certa — duvidamos que esteja para breve, tendo em conta que Lisboa acabou de chegar. A determinada altura houve pressão para acelerar o processo de transformar as barras de ouro em pepitas, mas não sabemos qual é o grande plano de El Profesor.

O que vai acontecer a Gandía?

Gandía tornou-se o principal inimigo público nesta temporada. Depois de Palermo o incentivar a libertar-se, Gandía ativou o seu modo de assassino profissional e começou uma espécie de caça dentro do Banco de Espanha. Acabou por conseguir matar Nairobi, e depois foi usado pelo grupo para enganar a polícia e conseguirem garantir a segurança de Lisboa. Agora que isso está feito, o que vai acontecer a Gandía? Vai voltar a ser algemado e irá manter-se como uma personagem relevante? Ou há outros planos para ele?

Nairobi vai aparecer na quinta temporada?

Nairobi pode não ter morrido no início da quarta temporada, mas acabou por ser assassinada mais tarde por Gandía. Era uma das personagens favoritas dos fãs e, tal como Berlín, há a hipótese de aparecer em flashbacks na quinta temporada. Por outro lado, no documentário “La Casa de Papel: El Fenómeno”, é mostrada a última cena da atriz Alba Flores nas gravações — e pelo tom, as lágrimas e as flores, parece que será mesmo a última de sempre. São muitas as dúvidas, e vamos ter de esperar mais algumas semanas para que possamos obter respostas.

Leia também o artigo da NiT sobre o encontro do cantor e fadista Buba Espinho com a atriz Úrsula Corberó, que interpreta Tokyo em “La Casa de Papel”. 

Enquanto espera pela nova temporada, carregue na galeria para conhecer outras novidades da Netflix (e não só).

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT