Televisão

A bebedeira que obrigou a acorrentar atores de “Os Sopranos” para gravar uma cena

A produção temeu pela segurança de James Gandolfini e Michael Imperioli, depois de esvaziarem uma garrafa de whisky.
Que saudades de Tony e Chris

Não são só as histórias da trama que, 15 anos depois, continuam a apaixonar os fãs de “Os Sopranos”. Tão ou mais divertidas do que a vida dos mafiosos de Nova Jérsia, são os relatos dos bastidores, sobretudo os feitos por Michael Imperioli, Christopher Moltisanti na série.

O ator é protagonista do podcast dedicado à série, “Talking Sopranos”, — onde é acompanhado por Steve Schirripa (Bobby Baccalieri) — e no mais recente episódio partilharam a aventura que foi gravar uma das cenas da quarta temporada da produção da “HBO”. Nela, Gandolfini (Tony Soprano) e Imperioli tinham que se aproximar da borda de um penhasco, de forma a entrarem no plano da câmara colocada muitos metros abaixo de si.

“Num dos intervalos, enquanto eles montavam as luzes, o Michael e o Jim [Gandolfini] beberam uma garrafa de Wild Turkey [whisky]. Estavam tão bêbados que tiveram que acorrentar-lhes as pernas a uma árvore. Tinham medo que eles caíssem do penhasco”, recordou Schirripa.

Moltisanti e Soprano queriam livrar-se do corpo de mais uma das suas vítimas e o penhasco da pedreira mais próxima mostrou ser o local ideal, mas também se revelou um sítio perigoso para gravar. Sobretudo depois de uma garrafa de whisky.

“Tivemos que esperar pela noite para gravar e isso deu-nos umas quantas horas para vestir, maquilhar e relaxar. Fomos ao camarim do James [Gandolfini] e estávamos lá sentados quando ele abriu uma garrafa de Wild Turkey. Queríamos beber um copo porque tinha sido uma semana longa”, recorda Imperioli.

“Finalmente, alguém bate à porta a avisar que estava na hora de gravar. A garrafa estava vazia. Saímos aos trambolhões do camarim. Estávamos completamente bêbados”, conta. “Cambaleamos até ao penhasco e tínhamos que chegar mesmo ao limite para atirar o corpo.”

Apesar de se recordar do episódio, nem tudo está claro na mente de Imperioli. “Estávamos demasiado bêbados para perceber se alguém estava incomodado connosco, mas percebemos que estavam preocupados que pudéssemos cair. Por isso pegaram em correntes e prenderam-nas aos nossos tornozelos, que depois prenderam a uma árvore e taparam tudo com umas folhas.”

A história chega bem perto da data que está na agenda de todos os fãs da série. A 1 de outubro chega finalmente a prequela que viaja até à juventude de Tony Soprano, desta vez interpretado pelo filho do ator que morreu em 2013, Michael Gandolfini.

O enredo regressa à década de 60, precisamente em Newark, onde somos reapresentados a versões mais jovens de personagens conhecidas como Paulie Walnuts (Billy Magnussen), Livia Soprano (Vera Farmiga), Junior Soprano (Corey Stoll), Silvio Dante (John Magaro), bem como a novas caras, caso de Dickie Moltisanti (Alessandro Nivola) e Aldo Moltisanti (Ray Liotta).

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT