Televisão

Bruno, de “Casados”, participou na temporada final de “A Guerra dos Tronos”

O participante do programa explicou à NiT como foi a experiência. E revelou que estar em “Casados” tem sido muito gratificante.
Bruno César Lima é um dos casados.

Bruno César Lima é um dos participantes da terceira temporada de “Casados à Primeira Vista”, o programa da SIC que casa desconhecidos em busca de um novo amor. O informático brasileiro de 28 anos foi colocado num match com Inês Margarida Martins.

O que muitos espectadores talvez não saibam é que Bruno César Lima participou na oitava e última temporada de “A Guerra dos Tronos” — quando vivia na Irlanda. Na altura, já trabalhava como informático, mas esteve três meses como figurante na mega produção da HBO, que terminou em 2019. As filmagens decorreram no ano anterior.

Tudo aconteceu meio por acaso. Bruno César Lima tinha um amigo que se inscrevera num site de agenciamento de atores, duplos e figurantes — e incentivou-o a fazer o mesmo.

“Pensei: bem, nunca o fiz, mas vou ver se me chamam. Foi mais na brincadeira, mesmo, e praticamente inscrevi-me na segunda-feira e na quarta já tinha recebido uma mensagem para ir lá ver a roupa e tirarem-me as medidas para poder começar a filmar”, explica Bruno César Lima à NiT. Só nesse dia é que descobriu que a produção para a qual tinha sido chamado era “A Guerra dos Tronos”, série de que era fã.

Durante aquelas semanas, esteve totalmente dedicado ao projeto. Estava lá de segunda a sexta-feira. Eram dias intensos e cansativos que começavam mesmo muito cedo. Bruno César Lima vivia em Dublin, a capital irlandesa, e as filmagens arrancavam na zona de Belfast, capital da Irlanda do Norte, pelas cinco da manhã.

“Apanhávamos o autocarro pelas duas da manhã, eram mais ou menos duas horas de viagem, chegávamos a Belfast às quatro e depois levavam-nos ao estúdio, que era meia hora. Ia toda a gente a conversar, por isso era bom”, recorda.

Em “A Guerra dos Tronos”, fez vários papéis de figurante, mas sobretudo de camponês indefeso. “O que mais me marcou foi ser camponês, eu e mais umas 500 pessoas a filmar juntas, a correr no set de filmagens, mas também fui um guerreiro durante duas semanas e meia. Era um papel em que não mostravas o rosto, não mostravas nada, colocavam-te uma armadura e ficavas lá só a fazer número.”

Todas as cenas em que participou aconteciam na zona de King’s Landing, a capital de Westeros, onde fica o Trono de Ferro. Bruno César Lima participou na batalha final que quase destrói a cidade por completo.

“O que também foi engraçado é que King’s Landing na verdade era filmada na Croácia. Mas como lá não havia muito figurantes, refizeram todo o cenário na Irlanda do Norte, construindo a cidade toda. Enquanto aconteciam as batalhas, eles tinham de também ir destruindo o cenário. É como se tivesses construído uma cidade inteira em Lego e depois ias tirando as peças conforme a destruição. Foi muito bom ver toda essa parte da produção.”

E acrescenta: “Gosto muito de filmes e séries, por isso foi muito bom ver como é toda esta dinâmica. E ‘A Guerra dos Tronos’ em especial foi ainda melhor, porque eles eram muito metódicos. Por exemplo, uma cena de 20 ou 30 segundos na televisão… Gravavam sete ou oito horas a mesma cena. Ou seja, por dia, gravávamos no máximo umas duas cenas. Começávamos às cinco da manhã e era até às seis ou sete da tarde”.

Bruno César Lima vestido a rigor.

Um dos detalhes mais curiosos de que se recorda é de ter feito uma cena com Kit Harington (o ator que interpreta Jon Snow) que foi arruinada por um figurante. “Cada filmagem, o tempo do ator, cada hora extra, são milhares de dólares. E foi engraçado porque houve uma filmagem em particular que parece que ficou muito boa — o realizador foi lá à câmara ver —, e mesmo ao meu lado estava o Jon Snow, estávamos todos mortos no chão e o realizador olhou com cuidado e um dos mortos que estava ao meu lado mexeu um pouco a perna. E ele: ‘Meu Deus, quem é que mexeu a perna?’ E teve de tirar o tipo da cena. A reação foi muito engraçada e nunca mais vi aquele tipo, que também era brasileiro, no set.”

Por contrato, não podia falar com os atores da série — a menos que fossem eles os primeiros a iniciar o contacto. A produção não retirava os telemóveis aos participantes, mas colocava uma fita na câmara que os impedia de captarem imagens. “As fotos que tenho no set são de um amigo meu que levou um outro telemóvel escondido e conseguiu tirar umas fotos tremidas [risos], foi bem difícil. Infelizmente é a única recordação que tenho de ‘A Guerra dos Tronos’.”

As gravações aconteceram durante o Campeonato Mundial de Futebol. “Inclusive lembro-me de ir filmar para ‘A Guerra dos Tronos’ no dia do jogo do Brasil. Eles eram muito respeitosos: se dissesses que estavas a passar mal ou se não te sentias bem, não te forçavam a nada, até porque eram cenas de correr e saltar, que têm de ter algum cuidado. E lembro-me de que, nesse dia, quase todos os brasileiros disseram que não se estavam a sentir bem [risos] para verem o jogo do Brasil.”

Bruno César Lima acabou por se mudar para Portugal a 6 de julho de 2018, no dia do Campeonato Mundial em que o Brasil perdeu contra a Bélgica por 2-1. O informático tinha interesse em continuar a fazer projetos do género — uma vez que a Irlanda recebe grandes produções todos os anos — mas teve de abdicar deles. Chegou a ter a possibilidade de trabalhar como figurante em “Vikings” e como duplo num filme, mas não pôde aceitar os convites graças à mudança para Portugal.

Além de “A Guerra dos Tronos”, fez muitas cenas numa produção da BBC, “Mrs Wilson”. E gravou ainda uma pequena cena noutro projeto da estação pública britânica, embora não se recorde do título, visto que foi apenas uma hora de filmagens.

Quanto a “Casados à Primeira Vista”, contratualmente quase não pode comentar nada sobre a sua participação no reality show da SIC. Confirma que as gravações já terminaram e admite que foi uma “experiência muito gratificante”.

“É uma outra dinâmica. Quando és figurante corres e saltas — e agora no ‘Casados’ falas dos teus sentimentos e abres-te, praticamente expões a tua vida e privacidade. É totalmente diferente. Mas foi muito bacano participar nesta experiência. Não sei se participaria noutro reality show, seria algo em que teria de pensar. Mas foi muito interessante porque não esperava tanto, foi como ‘A Guerra dos Tronos’, fui naquela de ‘vou participar e ver como é’. E fui surpreendido. Valeu a pena para conhecer todo o pessoal e a Inês, que me surpreendeu de uma maneira muito positiva. Como disse, não tinha expetativas nenhumas e por isso é que fui surpreendido. Se tivesse expetativas muito altas se calhar tinha havido frustração, como aconteceu com alguns dos participantes.”

Um grupo de figurantes onde se inclui Bruno César Lima.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT