Televisão

“O Cais”: a série do criador de “La Casa de Papel” que quase ninguém conhece

Álvaro Morte, que interpreta El Profesor, é um dos protagonistas desta produção. A segunda temporada estreou agora em Portugal.
Álvaro Morte aparece nos muitos flashbacks da história.

Em Espanha é “El Embarcadero”, no Reino Unido e nos EUA é “The Pier”, em Portugal é “O Cais”. Esta é uma das séries criadas por Álex Pina, o grande responsável pelo fenómeno que é “La Casa de Papel”, e que quase ninguém conhece apesar de estar disponível em Portugal.

Ao contrário da produção que tornou icónicos os macacões vermelhos e as máscaras de Salvador Dalí, que está disponível na Netflix, “O Cais” pode ser visto na HBO Portugal. A segunda temporada do projeto estreou a 17 de janeiro e tem oito episódios. Se nunca ouviu sequer falar desta série espanhola, saiba que a mesma plataforma de streaming também tem a primeira temporada.

Esta é uma história muito mais romântica, emocional e simples em relação a “La Casa de Papel”, apesar de também ter algum suspense. Há três grandes protagonistas neste enredo. Alejandra (Valeria Afonso) é uma arquiteta de sucesso que ficou viúva recentemente.

Álvaro Morte (que interpreta El Profesor em “La Casa de Papel”) é Óscar, o seu marido, que teve uma morte inesperada e repentina ao suicidar-se sem grande razão aparente. O problema é que quando Alejandra começa a investigar o que aconteceu ao marido, descobre que ele tinha uma vida dupla.

Óscar manteve durante vários anos um caso extraconjugal com Veronica (Irene Arcos), com quem teve uma filha. A narrativa desenrola-se à volta deste triângulo amoroso — apesar de Óscar já não estar vivo, aparece com frequência em flashbacks. Alejandra terá de lidar com a dor e as consequências daquilo que vier a descobrir.

“Depois de ‘La Casa de Papel’, que era uma série complexa, decidi fazer algo muito diferente, mais simples, com sentimentos e emoções, e muitas cenas no exterior”, explicou Álex Pina na altura da estreia da primeira temporada, num evento de apresentação do projeto.

No entanto, tal como costuma acontecer nas suas histórias, todas as personagens vivem numa certa ambiguidade moral — não são simplesmente boas nem más. “Neste caso, as relações das personagens é que são as armas”, descreveu Esther Martínez Lobato, colega de Pina nesta produção e em “La Casa de Papel” (além de “Vis a Vis”).

A série foi gravada em Valência e no Parque Nacional de La Albufera, em Espanha. O elenco inclui ainda Marta Milans, Roberto Enríquez, Judit Ampudia, Miquel Fernández, Paco Manzanedo, Cecilia Roth, Antonio Garrido e Luna Fulgencio, entre outros.

Apesar de ter um currículo notável no mercado espanhol, o grande sucesso de Álex Pina surgiu com “La Casa de Papel”, que se tornou um fenómeno global, sobretudo junto do público europeu e sul-americano. É a série da Netflix não falada em inglês mais vista de sempre e bateu vários recordes.

Por causa desse êxito, a Netflix assinou um acordo com Pina para a produção de mais conteúdos. Há dois projetos que estão a ser desenvolvidos de momento e que ainda não têm data de estreia. Um deles chama-se “White Lines” — e o elenco inclui os portugueses Nuno Lopes e Paulo Pires.

Na equipa estarão os produtores de “The Crown”. A história centra-se no mundo perigoso das festas da Ibiza, em Espanha. Quando o corpo de um DJ lendário de Manchester é descoberto, 20 anos depois do seu misterioso desaparecimento, a sua irmã regressa a Espanha para descobrir o que aconteceu. 

O outro projeto, que deverá estrear mais tarde, é “Sky Rojo”. A produção terá duas temporadas, com oito episódios de 25 minutos cada. O thriller de ação contará a história de três prostitutas que fogem depois de deixarem o seu chulo gravemente ferido. Do trio fazem parte uma brasileira, uma colombiana e uma espanhola. Com a organização criminosa à sua procura, têm duas opções: fugirem ou vingarem-se. 

A quarta temporada de “La Casa de Papel” estreia a 3 de abril. Leia o artigo da NiT sobre as perguntas que ficaram por responder depois da terceira temporada.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT