Televisão

“Chernobyl”: o que é verdade ou ficção na série da HBO — incluindo as personagens

A história do desastre nuclear é contada numa produção conjunta da HBO e da Sky Atlantic e fez aumentar o turismo na região.
O pior desastre nuclear da história.

O último episódio da minissérie “Chernobyl” ficou disponível a 4 de junho na HBO Portugal. Os cinco capítulos com cerca de uma hora contam o que aconteceu após o maior desastre nuclear de sempre. A explosão durante testes de rotina na central nuclear perto da cidade de Pripyat, na Ucrânia, aconteceu em abril de 1986.

O sucesso da produção, feita em conjunto com a Sky Atlantic, fez aumentar o número de turistas que querem ver de perto a fábrica e a cidade fantasma onde os cães vagueiam sem rumo.

Desde a estreia do primeiro episódio, uma agência de turismo de Chernobyl relatou um aumento de 40 por cento nas reservas. Um tour em inglês custa 82€ por pessoa.

A cidade de Pripyat já abrigou 50 mil pessoas — a maioria trabalhava na central nuclear —, um parque de diversões que ainda tem uma roda enferrujada de um carrossel, uma pista de carrinhos de choque e uma roda gigante que nunca chegou a funcionar.

A empresa SoloEast Tours propõe um passeio no qual os visitantes embarcam em Kiev e percorrem 120 quilómetros até à área atingida pelo acidente. No local, visitam os monumentos em homenagem às vítimas, as aldeias desertas e um bunker. O grupo também almoça no único restaurante de Chernobyl.

Uma das atrações do parque abandonado.

Além de retratar as consequências da explosão, a operação de limpeza que foi necessária e a investigação que se seguiu, a minissérie também conta a história das pessoas que sofreram com a tragédia, mas nem tudo é verdade, uma vez que a produção toma liberdades narrativas em relação aos acontecimentos.

Para não ficar confuso, a NiT fez uma lista onde explica se as personagens de “Chernobyl” se baseiam ou não em pessoas reais e se o que é mostrado no projeto televisivo aconteceu exatamente como é relatado. Carregue na galeria para conhecer mais detalhes. 

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT