Televisão

David Chapelle e Chris Rock gozam com as agressões um do outro em espetáculo especial

O humorista agredido por Will Smith referiu-se ao ator como “mole”, enquanto Chapelle brincou com a reputação do agressor.
O evento secreto contou com 70 pessoas.

Depois dos ataques de que foram alvo, Chris Rock e David Chapelle juntaram-se em palco esta quinta-feira, dia 5 de maio. O evento aconteceu no The Comedy Store, em Hollywood, na Califórnia, dois dias após Chapelle ter sido agredido no espetáculo Netflix is a Joke.

Tratando-se de um espetáculo especial, designado como secreto, a audiência contava apenas com aproximadamente 70 pessoas, incluindo imprensa, empresários e estrelas. A presença de Chapelle foi uma adição de última hora, com o bilhete para o espetáculo a identificar um comediante sem rosto ou nome. Chris Rock juntou-se ao humorista no palco dez minutos após o início da apresentação.

“Ao menos levaste uma estalada de alguém de renome”, brincou Chappelle perante a companhia de Rock, citado pela “Hollywood Reporter”. O humorista continua a fazer referência a Isaiah Lee, de 23 anos, e a sua tentativa de placagem: “Eu levei uma estalada de um sem-abrigo com folhas no cabelo”.

Rock, por outro lado, referiu-se a Will Smith como o indivíduo “mais mole que alguma vez cantou ‘rappou’”, uma vez que a carreira do ator também passou pela música — e era conhecido por cantar um estilo de rap sem palavrões.

Chapelle revelou ainda que, durante o espetáculo onde foi agredido, recorreu ao filho e ao ator Jamie Foxx para se acalmar. Acrescenta que pediu à polícia para falar com o agressor, admitindo que ficou com a impressão de que Lee sofria algum tipo de perturbação.  

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT