Televisão

Depois de Israel e Estados Unidos, “Euphoria” vai ter uma versão passada na Alemanha

Uma produtora germânica comprou os direitos de adaptação da história sobre jovens, sexo e drogas. Foi fenómeno de audiências na HBO.
Ainda não há data de estreia prevista.

A série “Euphoria”, um dos maiores sucessos da televisão, vai receber uma nova versão. Depois da produção original israelista, criada em 2012, seguiu-se a adaptação da HBO, cujo argumento e realização de Sam Levinson — além do elenco recheado de talento — tornou o remake do drama centrado em adolescentes num dos produtos televisivos mais comentados da década.

De acordo com a revista americana “Variety”, a produtora alemã Zeitsprung Pictures comprou os direitos de adaptação para o país. Se a ideia avançar, esta será a terceira versão da história focada num grupo de alunos do ensino secundário. O foco passa por abordar temáticas como o sexo e as drogas num contexto europeu.

Ainda não existe uma previsão de quando poderão arrancar as gravações, mas já foram avançadas algumas informações. Sabe-se por exemplo, que Jonas Lindt e Paulina Lorenz, conhecidos pelo seu trabalho em “Druck”, vão ser os guionistas. Os dois profissionais já têm experiência comprovada em produções de pendor dramático protagonizadas por jovens.

“Nós acreditamos fortemente que os temas universais que atingem a geração Z, como identidade, saúde mental, vícios e sexualidade, pelos quais navegam enquanto recebem uma forte pressão para serem bem-sucedidos, deve ser contada de uma maneira muito específica e local. No caso, na perspetiva de jovens alemães”, disse Michael Souvignier, diretor da Zeitsprung Pictures, em comunicado.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT