Televisão

Depois de ser afastado da TVI, Quintino Aires é contratado pela CMTV

O comentador deixou de estar no painel de “Big Brother” depois de fazer declarações consideradas homofóbicas.
Quintino Aires vai reforçar o painel de "Rua Segura".

Na semana passada, Quintino Aires foi afastado da posição de comentador da nova edição de “Big Brother”, na TVI, depois de fazer declarações consideradas homofóbicas. Na madrugada desta segunda-feira, 20 de setembro, a CMTV anunciou que contratou Quintino Aires.

Segundo o site do “Correio da Manhã”, vai ser o novo reforço de “Rua Segura”, programa que acompanha temas de crime e segurança. “Quintino Aires é um rosto generalista, livre e desassombrado com vasta experiência em televisão”, diz o diretor-executivo da CMTV, Pedro Mourato.

No “Big Brother”, Quintino Aires chamou “bicha desocupada” ao concorrente Bruno D’Almeida e disse ainda que as marchas LGBTQIA+ eram uma “vergonha”. Quintino Aires falou deste tema a propósito da alteração da norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) que antes impedia que os homossexuais pudessem doar sangue. Bruno D’Almeida foi uma das pessoas que impulsionaram a alteração da norma.

O comentador defendeu que esta norma existia “porque os homossexuais eram muito mais promíscuos e continuam a querer mostrar a sua promiscuidade naquela vergonhosa marcha da vergonha”. “Quando se faz a marcha, vão, na sua grande maioria, meios nus a lamberem-se todos. A seguir, aumenta o número de infeções e as instituições preparam-se para isso. Quem não quer ser lobo, que não lhe vista a pele”, declarou ainda.

E acrescentou: “Não há aqui nada de extraordinário. Há, sim, uma irresponsabilidade enorme. Quando aparece um miúdo irresponsável, deixe-me invocar a constituição portuguesa para dizer o que vou dizer. Quando aparece uma bicha desocupada a achar-se o herói da rotunda e que veio acabar com a discriminação contra a homossexualidade… não foi isso que veio fazer.”

Depois de ter sido afastado, Quintino Aires alegou na sua página de Facebook que a TVI tomou aquela decisão não por estes comentários, mas porque tinha criticado o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

“Relativamente ao meu afastamento da TVI, estação que contribui à sua construção durante 24 anos, ainda no tempo em que era apenas um barracão antigo armazém industrial, é evidente que nada teve a ver com esta terça-feira. Quando na primavera do ano passado eu saí, tomei a decisão porque não me deixavam ir a antena”, escreveu.

Pelo contrário, o ex-comentador do reality show tem outra convicção: “Tenho para mim, mas apenas uma suposição, que as minhas duras críticas ao senhor ministro Eduardo Cabrita, num momento em que o governo dá três milhões à TVI, possam estar relacionadas. Mas isso sou apenas eu a pensar.”

Ainda antes de ser tornada pública a decisão de que Quintino Aires iria deixar de ser comentador do “Big Brother”, a TVI enviou um comunicado, declarando não se rever nas suas declarações.

“Perante o discurso proferido ontem no ‘BB Extra’, pelo comentador Quintino Aires, a TVI afirma que não se revê neste tipo de comentários. Esta é uma opinião do comentador e a TVI refuta qualquer comportamento ou atitude homofóbica, xenófoba ou sexista.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT