Televisão

Do cancelamento à Netflix: Shane Gillis é a estrela da nova sitcom “O Rei dos Pneus”

O comediante sobreviveu a uma polémica racista. É criador e protagonista da produção que estreia esta quinta-feira, 23 de maio.

Numa época de cancelamentos impiedosos e orçamentos restritos no mundo do streaming e dos estúdios, contam-se pelos dedos de uma mão as séries de televisão que confirmam o seu regresso para uma segunda temporada, ainda antes da data de estreia.

Foi precisamente isso que aconteceu com “O Rei dos Pneus”. A nova comédia da Netflix, com data de estreia marcada para esta quinta-feira, 23 de maio, teve a garantia de avanço para uma segunda temporada logo na terça, 21. Por detrás da produção está Shane Gillis, o comediante norte-americano de 36 ano que serve de produtor-executivo, criador, argumentista e protagonista. E a personagem principal que interpreta é simplesmente Shane.

A renovação instantânea não chegou sozinha. O contrato que assinou com a plataforma incluía igualmente o lançamento do seu novo especial de stand up comedy com estreia agendada para 2025. A sitcom, de produção independente, foi financiada totalmente pelo próprio e posteriormente adquirida pela Netflix.

“O Rei dos Pneus” acompanha Will (Steve Gerben), herdeiro de uma loja de reparação automóvel que se vê a braços com um negócio em dificuldades. O problema é que o seu feitio ansioso — aliado à falta de jeito para o ramo — se revela um entrave no momento de agarrar a empresa pelos colarinhos e desviá-la do rumo da insolvência. Para baralhar as contas, ao seu lado está Shane (Shane Gillis), o primo e funcionário que se revela o seu maior antagonista. O elenco conta ainda com nomes como Chris O’Connor, Kilah Fox e Stavros Halkias.

Gillis começou a carreira nos circuitos de comediantes de stand up no seu estado natal da Pennsylvania, até que em 2019 foi agarrado pela gigante “Comedy Central”, que o nomeou um dos mais promissores humoristas do país. O primeiro passo rumo à entrada no elenco do “Saturday Night Live”, onde não chegou a aquecer o lugar.

Assim que chegou ao “Saturday Night Live” foram divulgados pequenos clipes de um antigo podcast onde fazia vários comentários racistas, entre imitações de sotaques asiáticos e o uso de termos como “chinocas”. Segundo Gillis, os comentários foram retirados do contexto, sendo que o contexto era que se apresentava como um senhorio branco na década de 40.

Outra das tiradas polémicas envolvia a família e o síndrome de Down. “Não sei se notam ao olhar para mim, mas tenho familiares com Down. Quase me apanhou. Safei-me, mas ainda me tocou de raspão”, contava, numa piada na qual chegou a usar a palavra “retardado”. O surgimento de insultos homofóbicos noutros momentos do podcast levou a que fosse afastado do programa.

“Sou um comediante que vai ao limite. Se percorrerem dez anos da minha comédia, muita dela é má. Vão encontrar muitos falhanços”, escreveu nas redes sociais na altura. “Peço desculpa a todos os que se sentiram ofendidos pelo que eu disse.”

Gillis regressou ao trabalho e em 2021 lançou o seu primeiro especial de stand up e em 2023 apareceu recorrentemente na série de Pete Davidson, “Bupkis”. E haveria de regressar também ao “Saturday Night Live” em fevereiro, como apresentador especial. “O Rei dos Pneus” é, ainda assim, a sua maior conquista, rapidamente adquirida pela Netflix — uma série que se inspirou num episódio piloto criado para o YouTube.

Os seis episódios ficam disponíveis esta quinta-feira, 23 de maio, na Netflix.

Carregue na galeria para conhecer as séries novas que chegam à televisão em maio.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT