Televisão

“É a minha história.” Nem um cancro impediu Alan Rickman de fazer “Harry Potter”

Excerto do diário do ator que interpretou Severus Snape revela os problemas de saúde e a vontade de continuar a trabalhar.

Alan Rickman morreu a 14 de janeiro de 2016, no final de uma inglória luta contra um cancro no pâncreas. A notícia apanhou quase todos os fãs de surpresa, mas a verdade é que não era a primeira vez que o ator sofria da doença.

Num excerto dos seus diários, partilhados pelo “The Guardian”, o ator que interpretou Severus Snape na saga de Harry Potter, recorda o dilema que enfrentou em 2005. Diagnosticado com um agressivo cancro na próstata — que obrigaria, um ano mais tarde, a fazer uma cirurgia para remover o órgão por completo.

Poucas semanas depois de ter recebido alta, o ator anotou no seu diário o porquê de ter decidido manter-se a bordo da produção, apesar de todas as dificuldades e problemas de saúde. “Finalmente, disse sim ao Harry Potter 5. A sensação não é boa, nem má. O argumento que venceu é o que diz: ‘Leva isto até ao fim. É a tua história’”, escreveu. Rickman acabaria por participar num total de oito filmes da saga.

Esta não foi a única revelação feita pelos seus diários. Em 2007, escreveu sobre a morte da sua personagem, tal como era descrita no livro de J.K. Rowling. “Acabei de ler o último livro da saga. O Snape morre heroicamente e Potter descreve-o aos seus filhos como um dos homens mais corajosos que conheceu. E dá o nome de Albus Severus ao filho. É um genuíno ritual de passagem”, escreveu. “E uma pequena pista dada por Jo Rowling há sete anos — o Snape amava Lily — deu-me uma pontinha onde me agarrar.”

Entre revelações e recordações, Rickman fala sobre o primeiro encontro com a criadora da saga. “Ela foi, nervosamente, dando-me pequenos vislumbres do passado de Snape”, recordou. “Falar com ela é como falar com alguém que não inventa, mas que vive estas histórias.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT