Televisão

“Goucha e Cláudio apresentam, em simultâneo, um reality show e uma aula de português”

A opinião de Miguel Lambertini, humorista e cronista da NiT, sobre a gala deste domingo da edição de 2021 de Big Brother.
Os dois apresentadores.

Este domingo, 19 de setembro, houve mais uma gala do “Big Brother”, na TVI, com a dupla Goucha e Cláudio. Depois de ter assistido ao programa fiquei a pensar que eles deviam receber um bónus no salário, uma vez que apresentam, em simultâneo, um reality show e uma aula de português, do Estudo em Casa.

O que se passa é que o professor Manuel Luís não perde uma oportunidade para dar umas lições de gramática a Cláudio – menino Tonecas – Ramos. Ontem, por exemplo, aprendeu a diferença entre as palavras abissal e abismal e também que Patrícia não é apenas um substantivo próprio mas é também um adjetivo. Na próxima semana, o Professor Goucha vai ensinar a tabuada dos 4 e os nomes dos principais rios do norte de Portugal, o que pessoalmente agradeço imenso porque nunca consegui decorar.

O Big Brother está cada vez mais erudito, o que é estranho porque Big Brother e erudito são palavras que combinam tanto como bacalhau com Peta Zetas. Já temos um concorrente que cita Dostoievsky, qualquer dia, em vez de tatuagens com símbolos tribais, vamos passar a ter o quê, concorrentes que tatuam símbolos da tabela periódica? Vejam lá isso.

Esta semana, na casa, já se começaram a formar alguns pequenos grupos e também ligeiros atritos, ou seja abriu a época da intriga. Uma das grandes fãs deste desporto parece ser Ana Barbosa que nos primeiros dias já escolheu quem são os seus aliados e adversários, como é o caso de Débora. O BB aproveitou o clima para chamar à sala do cubo, Ana e Débora mostrando imagens que mostram que a “capitã Barbosa” não tem Débora em grande conta e fez questão de o dizer a outros concorrentes. Depois das imagens Ana justifica-se: “Há pessoas com quem eu gero empatia e depois há pessoas para quem eu não tenho paciência”. Percebo perfeitamente a Ana, uma pessoa chega a uma idade em que já não está para fazer fretes, muito menos numa competição. Aliás, quem vai para um reality show a pensar que vai dar-se bem com toda a gente, por regra não dura lá muito. A Ana até pode ser um furacão nível 5, mas a avaliar pelas votações de ontem – que a salvaram com larga margem – os espetadores gostam de uma boa tempestade dentro da casa.

Pelos vistos apreciam também o sentido paisagístico de Ana, que juntamente com o seu clã, escolheu quem são as “plantas” da casa, ou seja quem são para eles os seres inanimados que até podem ser muito bonitos, mas só dão trabalho. Resta saber se alguém vai cuidar das “plantas” ou se ficam à espera que a Ana lhe dê uma valente poda durante a noite, para não lhe roubarem o oxigénio.

Gostei também muito do momento de Telepromoção a meio do programa, em que Manuel Luís Goucha foi apresentar o Manual do Consumidor da Deco que “inclui as melhores dicas para reclamar e reivindicar os seus direitos”. Eu enviei o sms e agora estou à espera que chegue o Manual para saber o que é que tenho de fazer para reclamar contra momentos de Telepromoção durante os programas de televisão.

Por falar nisso, não sabia que “basta apenas uma gota de Fairy para lavar uma pilha de loiça em água fria”! Como é que eu não tinha obtido esta informação preciosa antes? Provavelmente porque tinha o meu cérebro ocupado com a ideia de que “as pastilhas Finish Quantum Ultimate têm duas fases revolucionárias que garantem uma limpeza perfeita enquanto dão à minha loiça um brilho extraordinário”. Foi uma boa estratégia de product placement por parte da marca, ainda assim acho um pouco arriscado usarem expressões tão entusiásticas como “o ultra poder da Fairy”, é que os youtubers já comem pastilhas de lavar a loiça só porque sim, se descobrem que o Fairy tem um “ultra poder”, vamos passar a ter shots de vodka com Fairy Limão como nova trend.

Ontem tivemos também o primeiro concorrente a ser expulso, o Nuno, cujo nome nunca mais ninguém se vai lembrar até aparecer mencionado, em 2040, num artigo da nova gente com o título “Lembra-se dos concorrentes do Big Brother 2021? Veja como estão agora!”
Para terminar, houve mais um desafio final, na arena, em que os concorrentes nomeados, vestidos como se fossem para um festival entregar brindes do portal Sapo.pt, tinham de escavar na areia para passar por baixo de uma estrutura de metal.

Uma tarefa que não é nada fácil – e eu sei porque tenho um filho de 6 anos e como tal já não tenho dedos para contar os condomínios de castelos de areia que construí até hoje – mas que foi superada pelo João, que passou a ser o novo e primeiro líder da casa. Ainda houve um momento em que parecia que o João tinha ficado preso na areia e nunca mais conseguiria sair, mas de repente lá se soltou e correu até à vitória.

Há quem lhe chame força de vontade, há quem diga que foi sorte. Eu não acredito em sorte, isto foi claramente o Ultra Poder da Fairy.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT