Televisão

Inédito. “Casados à Primeira Vista” vai ter um casal homossexual

Será a primeira união celebrada entre dois homens no programa que estreou em Portugal em 2018.
Vai haver um casamento homossexual.

“A mais romântica experiência social”, assim descreve Diana Chaves o reality show que apresenta, o “Casados à Primeira Vista”. O programa da SIC é um fenómeno mundial. Quem diria que casar com um desconhecido voluntariamente teria tanto sucesso? A aposta nos pares “às cegas” entusiasma tanto os portugueses, que já conta com quatro temporadas.

E agora está prestes a introduzir uma novidade: um casal homossexual. O match entre Dave Loureiro, designer gráfico de 42 anos, e Ivo Coutinho, farmacêutico de 31, será transmitido em junho. Embora seja uma estreia no programa, não será a primeira experiência do género para Ivo, que já participou noutro formato semelhante, o ‘First Dates’, da TVI, em 2019.

A primeira união entre dois homens na versão portuguesa do formato dinamarquês “Married At First Sight” acontece 14 anos depois da legalização do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo em Portugal (aprovado em 2010).

“É um casamento, traduz a nossa sociedade e o que acontece no programa é transversal a todas as relações, independentemente se são homossexuais, heterossexuais, com mistura de culturas, de etnias. Acho muito bem”, reagiu Diana Chaves, a apresentadora do “Casados à Primeira Vista” nas manhãs de João Baião.

O reality show coloca à prova cinco casais que só se conhecem no dia do casamento. A seguir têm direito a uma semana de lua de mel, (em destinos como Brasil, Marrocos ou Islândia). De regresso a Portugal, os recém-casados vão morar juntos e, normalmente, é nesta fase que surgem os conflitos entre as duas pessoas que mal se conhecem. E, como seria de esperar, nem todos serão “felizes para sempre”.

A quarta temporada de “Casados à Primeira Vista” estreou a 5 de maio, e, até ao momento, apenas um dos cinco casais iniciais desistiu da união. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT