Televisão

Malala Yousafzai vai produzir filmes e séries para a AppleTV

A jovem vencedora do Nobel da Paz, que já é autora de vários livros, assinou contrato com a plataforma.
Venceu o Nobel da Paz em 2014.

Documentários, programas educativos, séries infantis. Os projetos vão variar mas vão ter em comum o olhar de Malala Yousafzai. A ativista e autora assinou um contrato para múltiplos projetos com a plataforma de streaming AppleTV, que a própria irá coordenar.

Natural do Paquistão e atualmente com 23 anos, Malala começou a destacar-se com apenas 12 anos, ao relatar a sua vivência como menina numa região onde os talibãs faziam sentir a sua repressão. Um documentário do New York Times sobre ela deu-lhe voz na defesa do direito à educação mas tornou-a um alvo dos talibãs. A 9 de outubro de 2012, um talibã disparou três tiros sobre ela.

A jovem foi atingida, esteve em risco de vida mas sobreviveu. E o seu exemplo de resiliência inspiraria o mundo. Nos anos seguintes a jovem continuaria a defender os direitos de jovens como ela. Em 2014, com apenas 17 anos, foi mesmo a pessoa mais jovem a receber o Nobel da Paz.

Malala é autora do best-seller “Eu Sou Malala” e de outras duas obras e criou também um fundo em seu nome, que visa apoiar o acesso à educação de meninas e adolescentes. Na antecipação do projeto, Malala salientou que quer dar voz a histórias inspiradoras de quem luta, contra a opressão, pelo direito de aprender.

“Acredito no poder das histórias para unir famílias, forjar amizades, dar força a movimentos e inspirar crianças a sonhar”, afirmou, acrescentando ainda que “não podia ter pedido um melhor parceiro do que a Apple para dar vida a estas histórias”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT