Televisão

Netflix testa serviço para cobrar mais a quem partilha conta fora da mesma casa

Esta funcionalidade ficou disponível em apenas três mercados. Não se sabe se poderá chegar a Portugal.
Está a ser testado e não se sabe se chega a outros países.

Parece que a Netflix quer acabar com a partilha de contas para pessoas fora da mesma casa. Neste momento, é isso que acontece, já que é permitido aceder aos conteúdos em diferentes dispositivos com o mesmo perfil. Em três mercados latinos, no Peru, no Chile e na Costa Rica, a plataforma lançou um serviço que permite essa partilha, mas com um preço mais elevado.

Segundo a “Variety”, esta nova funcionalidade possibilita que com o mesmo login seja possível continuar a ver os conteúdos numa mesma conta em locais distintos. Em média, adicionar um novo utilizador custa em média 2,65€. É o que está a ser cobrado nestes três países onde a modalidade passou a estar disponível.

No fundo, é a criação de subcontas dentro da mesma. Será como os perfis que atualmente existem, mas como deixou de ser possível assistir aos conteúdos fora do mesmo agregado nestes mercados, esta é a solução para os continuar a ver. O preço referido (2,65€) diz respeito ao valor de cada utilizador que seja adicionado à conta.

Chengyi Long, diretora de inovação da Netflix, explicou que esta funcionalidade está em testes, mas ainda não existe a confirmação da chegada a outros mercados.

Já no início de 2021, a plataforma de streaming tinha realizado vários testes neste sentido. Foram enviadas mensagens a alguns utilizadores para confirmarem se eram os titulares das contas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT