Televisão

Netflix vai investir 82 milhões de euros para promover igualdade racial e de género

O investimento será feito nos próximos 5 anos. O objetivo é ter mais atores, produtores e realizadores de comunidades que atualmente tem menos representatividade nas produções.
Mais diversidade.

A Netflix está determinada em reduzir ao máximo a falta de igualdade nas suas produções. Por isso, a gigante do streaming anunciou esta sexta-feira, 26 de fevereiro, que vai investir 100 milhões de dólares — cerca de 82 milhões de euros — na promoção de ações que permitam aumentar o número de atores, realizadores, produtores e guionistas que pertençam a grupos ou comunidades que, atualmente, têm uma baixa representatividade na indústria.

A decisão, revela a “CNBC”, foi tomada após a apresentação do primeiro estudo sobre igualdade nos conteúdos da Netflix. De acordo com este estudo, nos últimos anos houve um “grande progresso”, mas há ainda muito trabalho a fazer para reduzir as diferenças de representatividade e níveis salariais de profissionais latinos, assim como de mulheres e elementos da comunidade LGBTQ+.

Entre as conclusões deste inquérito, destaca-se que apenas 4 por cento dos protagonistas dos conteúdos da Netflix são latinos e que só 1 por cento das personagens das séries da plataforma pertencem à comunidade LGBTQ+.

Assim, este investimento, que será feito ao longo dos próximos cinco anos, servirá para a criação do Fundo Netflix para a Criatividade Equitativa. Este fundo servirá para financiar a formação e a produção de conteúdos mais inclusivos na plataforma de streaming.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT