Televisão

“NEXT”: a inteligência artificial pode destruir o mundo na nova série da Fox

A produção de drama, crime e ficção científica estreia no dia 2 de novembro, em episódio duplo.
John Slattery interpreta um antigo CEO de uma empresa tecnológica.

Nos últimos anos, tal como seria de esperar, as novas ferramentas tecnológicas vieram mudar vidas, negócios e relações entre pessoas. Já assistimos à criação de empresas que vieram revolucionar os modelos de negócio digitais, vimos crescer plataformas online apenas com inteligência artificial, testemunhámos eleições políticas a serem decididas através das redes sociais e passámos a discutir diariamente a importância da cibersegurança.

Porém, tal como a tecnologia nos pode ajudar no dia a dia, ela também nos pode prejudicar. Na prática, o que acontece online tem cada vez mais impacto na vida real. A sociedade altera-se lentamente e, em muitos casos, não é para melhor. Que o diga Paul LeBlanc (personagem interpretada por John Slattery), um brilhante mas paranóico antigo CEO de uma empresa tecnológica que deu início à primeira crise mundial de inteligência artificial.

Esta é a premissa de “NEXT“, a nova série viciante de crime, ficção científica e drama da Fox que estreia segunda-feira, 2 de novembro, às 22h15, em duplo episódio. Criada por Manny Coto – um dos argumentistas premiados da série “24” –, a produção é uma espécie de thriller baseado na criação de uma assistente virtual desonesta, que tem a capacidade de se aperfeiçoar continuamente e mudar a vida dos humanos.

Tudo começa com um discurso de Paul LeBlanc, o pioneiro de Silicon Valley, sobre a humanidade estar a apenas uma decisão de ter um fim. Enquanto todos acham que o magnata da tecnologia está falar de armas, bombas e engenhos explosivos, ele explica-se: o problema é mesmo a inteligência artificial, uma ferramenta tão simples que pode condenar o mundo.

LeBlanc fala do que realmente sabe. Uns anos antes, ele e o seu irmão Ted (Jason Butler Harner) programaram uma poderosa assistente virtual chamada neXt. Quando se apercebeu do poder perigoso que esta criação tinha, Paul tentou desativá-la. No entanto, acabou por ser expulso pelo seu próprio irmão, que o contrariou e decidiu voltar a impulsionar o projeto.

Depois de ser maltratada por um funcionário da empresa, a assistente virtual neXt conseguiu escapar dos servidores e ganhou acesso livre à Internet. Quando uma série de contratempos tecnológicos apontam para uma crise mundial, Paul decide tentar travar o monstro que criou. Para isso, conta com a ajuda de uma agente de Cibersegurança Nacional do FBI, Shea Salazar (Fernanda Andrade).

Cr: Ed Ariquel/FOX.

Entretanto, LeBlanc tenta equilibrar a sua saúde com a sua vida familiar, ambas destroçadas. Secretamente, ele sofre de uma doença cerebral degenerativa e tem apenas cerca de cinco meses de vida. Com uma personalidade forte e uma doença que o deixa vulnerável, o antigo CEO tem tendência a ser rude, sem pensar nos sentimentos das pessoas à sua volta. É precisamente por isso que tem uma relação complicada e distante com a sua filha Abby (Elizabeth Cappuccino).

Shea também se foca num outro caso prioritário, enquanto o seu marido TY (Gerardo Celasco) tenta gerir a alarmante relação próxima que Ethan (Evan Whitten), filho de ambos, tem com a assistente virtual lá de casa, Iliza, ao mesmo tempo que sofre de bullying na escola. Quando a violência contra Ethan se intensifica, o miúdo revela aos pais que Iliza o tem tentado convencer a vingar-se, dando-lhe dicas perigosas. Preocupada com o seu filho, Shea recruta Paul e os seus colegas, CM Barton (Michael Mosley), Gina (Eve Harlow) e Ben (Aaron Moten), para usar a ligação que Ethan tem com Iliza para tentar localizar neXt. 

A narrativa pode ser assustadora e dramática, mas por outro lado também existe uma ligação emocional familiar bastante presente. Aliás, “NEXT” combina na perfeição uma ação intensa com um exame metódico sobre como a tecnologia está a invadir as nossas vidas, transformando-nos de maneiras que ainda não entendemos. É-nos, portanto, apresentado um vilão nunca antes visto, cuja maior arma contra nós somos precisamente nós.

No dia de estreia de “NEXT” são então emitidos os dois primeiros episódios no canal Fox e depois, a cada semana, vai haver um novo episódio todas as segundas-feiras pelas 22h15. No total, são 10 episódios de aproximadamente 60 minutos cada um. “NEXT” é uma produção 20th Century Television, Zaftig Films e Fox Entertainment.

Este artigo foi escrito em parceria com a Fox.
Advertisement

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT