Televisão

O filme sobre o julgamento de Amber Hear e Johnny Depp estreia já esta semana

O telefilme é uma produção da plataforma norte-americana Tubi e vai ser transmitido na sexta-feira, dia 30 de setembro.

Parece inacreditável, mas é verdade. Ao fim de pouco mais de quatro meses deste o encerramento do controverso julgamento que colocou Johnny Depp frente a Amber Heard, já está concluído o filme que irá revisitar os momentos mais chocantes deste processo — e relacionamento.

“Hot Take: The Depp/Heard Trial” irá explorar o que vimos, em direto, na sala de audiências, mas também o que aconteceu nos bastidores. Mais: serão reencenadas as cenas relatadas pelos dois atores, inclusivamente os alegados relatos de ciúmes de Depp, por causa de James Franco e da suposta relação próxima que esse ator mantinha com a ex-mulher.

A responsabilidade de interpretar o icónico Johnny Depp recai sobre o desconhecido ator Mark Hapka, com uma carreira sobretudo ligada a telefilmes e curtas-metragens. O papel de Heard foi entregue a Megan Davis, com um percurso semelhante ao co-protagonista.

Hapka adota o estilo moderno de Depp, com a sua barba característica, o rabo de cavalo e os tiques exibidos durante as longas semanas de audiências. Heard, claro, replica ao pormenor todos os outfits e momentos de lágrimas.

O filme é uma produção da Tubi, uma plataforma de streaming norte-americana, detida pela Fox, e que tem apostado cada vez mais nas produções próprias. Tanto pelo elenco, como pelo trailer, é possível perceber que está longe de ser um filme sob os padrões de Hollywood. Será algo mais próximo de um telefilme, sobretudo feito com uma velocidade estonteante, para aproveitar a onda da polémica do julgamento do ano.

Como não poderia deixar de ser, o filme mergulha na euforia dos fãs de Depp, mas também nas personagens secundárias que marcaram o julgamento, como as advogadas Camille Vasquez e Elaine Bredehoft.

O filme deverá ser lançado na Tubi esta sexta-feira, 30 de setembro. Infelizmente, a plataforma ainda não está disponível em Portugal.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT