Televisão

“O sionismo é sexy”: o polémico vídeo que pode arruinar a carreira de Noah Schnapp

Os restantes membros do elenco de "Stranger Things" afastaram-se do protagonista, o que fez com que tivesse um esgotamento.
Noah é para muitos uma persona non grata.

Noah Schnapp, o Will Byers de “Stranger Things“, parecia ter uma carreira promissora à sua frente — especialmente depois da segunda temporada do fenómeno da Netflix. Naquele período, a sua atuação na série rendeu-lhe inúmeros elogios entre os críticos. “Sempre que aparecia, roubava todas as atenções. Teve um desempenho simplesmente fantástico ao longo dos episódios”, escreveu a “Vulture”.

O ator é filho de um casal de judeus e sempre afirmou ter orgulho nas raízes judaicas, e nos últimos anos, tem aprofundado a ligação à sua herança. Em 2023, por exemplo, visitou Israel pela primeira vez. “Estou a aprender muito sobre a minha cultura. Isso é muito inspirador”, escreveu no Instagram. 

Tinha milhões de fã a acompanhá-lo, mas a sua perceção pública mudou num ápice devido a um polémico vídeo que partilhou na mesma rede social a 12 de novembro de 2023. Na publicação, ria-se e segurava autocolantes onde se lia “o sionismo é sexy” e “o Hamas é o ISIS”.

Numa altura em que muitos pediam um cessar-fogo em Gaza, aquela atitude foi vista como insensível, e levou os seus seguidores a virarem-se contra ele, pedindo até um boicote total à quinta (e última) temporada de “Stranger Things”.

“Se a Bella Hadid perdeu trabalhos por apoiar a Palestina, o mínimo que devia acontecer com o Noah é não participar nos novos episódios após apoiar orgulhosamente o genocídio que está a acontecer naquele território”, comentou uma utilizadora do X (antigo Twitter). “Tem todos os recursos para perceber o que se passa, e mesmo assim decidiu ir por este caminho”, lamentou outra.

Os pedidos de cancelamento foram ignorados pelos produtores da série, visto que aparecerá nos derradeiros capítulos da obra criada pelos irmãos Duffer. Afinal, Schnapp é uma das personagens mais importantes da narrativa desde a sua estreia em 2016.

Para tentar salvar a sua reputação, quebrou o silêncio a 15 de janeiro com um vídeo no TikTok, onde aproveitou “para discutir tudo o que tem acontecido online”. “Sinto que as minhas crenças e pensamentos têm sido mal interpretados e nem são sequer parecidos àquilo em que eu realmente acredito”, começa por dizer. 

Acrescenta ainda que apenas quer “paz” e “segurança” para todos os que têm sido afetados pelo conflito. “Tive muitas discussões com os meus amigos que têm raízes na Palestina, e sinto que isso é muito importante. Aprendi imenso com eles.”

Descobriu que ambos os lados querem o mesmo: a libertação dos reféns que permanecem em Gaza e o fim das vítimas inocentes na Palestina. “Somos todos humanos, somos todos iguais. Devíamo-nos amar reciprocamente e apoiar a paz no mundo”, conclui o ator que, em julho de 2022, assumiu ser homossexual.

O “mea culpa” foi bem recebido por alguns, mas outros acreditam que se tratou apenas de gestão de danos. O objetivo de Schnapp, dizem os críticos, é “continuar a ter uma carreira quando ‘Stranger Things’ chegar ao fim”.

Considerações sobre o que levou o ator a retratar-se à parte, o ambiente no set de gravações mudou para pior. Tinha estabelecido relações de amizade com vários colegas do elenco, nomeadamente Millie Bobby Brown. Ambos faziam diretos no Instagram com regularidade e demonstravam ser muito próximos.

@noahschnapp

❤️

♬ original sound – Noah Schnapp

Nos últimos meses, porém, não partilharam nenhuma fotografia juntos, o que levantou suspeitas sobre um eventual afastamento de ambos entre os fãs. Na verdade, nenhum dos colegas de elenco de Schnapp tem sido visto em público ou nas redes sociais com o ator. 

As teorias ganharam ainda mais força no passado sábado, 24 de fevereiro, quando foi revelado que o jovem de 19 anos tinha contratado uma psicóloga para o acompanhar durante as filmagens — que estão a decorrer desde janeiro deste ano (a temporada deverá sair apenas no final de 2025 ou início de 2026).

A informação foi adiantada pela conta DeuxMoi, que partilha muitos rumores da indústria do entretenimento, garantindo que tem sempre fontes credíveis — quer estas sejam próximas das estrelas ou das produções.

“Os membros do elenco de uma certa série que está atualmente a gravar a sua última temporada foram aconselhados a não interagir com um membro específico da equipa e também não devem partilhar fotografias com ele nas redes sociais”, começa por contar. “Isto fez com que a pessoa em questão tivesse um esgotamento. Os responsáveis da produção contrataram um psicólogo para o acompanhar em permanência”, conclui. 

Os rumores do alegado pedido de afastamento de Schnapp estão a ser aplaudidos por muitos. “Os sionistas estão, finalmente, a sofrer as consequências dos seus atos” e “Espero que a situação dele fique ainda pior” são apenas alguns dos comentários que têm surgido nas redes sociais.

Se interpretar Will Byers for mesmo o último papel relevante de Noah — que já lhe rendeu prémios como o Screen Actor Guild Awards, o People Awards e o MTV Movie + TV Awards —, pelo menos vai acabar em grande.

Segundo contou Shawn Levy, produtor executivo e realizador do fenómeno, à revista “Total Film”, os novos capítulos vão “alargar a escala já colossal da temporada anterior”.

O derradeiro episódio já foi delineado ao pormenor, e o ator David Harbour, que dá vida ao polícia Hopper desde o início, não poupa nos elogios: “Sei o que é. Sei para onde vamos e é muito, muito comovente. Acho que é esse o termo perfeito para o descrever. Está excelente, como sempre. É uma tarefa dura. Basta ver as peças que é preciso mover. É tudo muito maior do que algo que tenhamos feito no passado”, descreve.

Carregue na galeria para conhecer as séries (e regressos) que chegaram em fevereiro às plataformas de streaming e à televisão. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT