Televisão

Os fantasmas que viajam em táxis — e outras novas histórias de “Unsolved Mysteries”

A série de mistérios inexplicáveis regressa a 19 de outubro com mais seis episódios arrepiantes.
Olhe sempre para o banco de trás

Ishinomaki não é uma das maiores cidades do Japão. Talvez por isso o relato de um taxista tenha tido tanta importância para o trabalho de faculdade de Yuka Kudo, uma estudante de sociologia. À jovem, um taxista da cidade da autarquia de Miyagi, contou a história bizarra de quando foi mandado parar por uma jovem mulher durante a noite. A meio da corrida, decidiu olhar para trás. Não estava ninguém sentado no banco dos passageiros.

Este foi apenas um de sete relatos que foram gravados em entrevistas a 100 condutores. Só eles ousaram responder à pergunta: “Viveram alguma experiência estranha desde o desastre?” O desastre é, claro, o tsunami de 2011. A cidade de Ishinomaki foi uma das mais afetadas pelas ondas gigantes que devastaram a costa leste do país. Registaram-se mais de três mil mortes confirmadas, com mais de dois mil desaparecidos.

As 19 mil mortes da tragédia de 2011 no Japão são o pano de fundo de um dos episódios

Outro condutor recordou a noite em que uma jovem entrou no seu táxi e pediu que a levasse para a estação de Ishinomaki. O condutor explicou-lhe que essa estação tinha sido destruída pelo tsunami. Do banco de trás ouviu apenas uma pergunta: “E eu morri?”. Ao virar-se para trás, reparou que ela tinha desaparecido.

Os relatos são todos semelhantes, revelou o “Asahi Shimbun”, um dos maiores jornais japoneses. Há quem avance outra explicação para o fenómeno, uma menos paranormal. As visões poderão ser apenas um efeito de stress pós-traumático, ou pelo menos foi o que ponderou a Universidade Tohoku Gakuin.

Estes efeitos também foram registados em estudos levados a cabo por várias universidades em vários contextos. “Os locais onde as pessoas dizem ver os fantasmas são normalmente áreas que foram completamente devastadas pelo tsunami”, revelou o psiquiatra Keizo Hara. “Acreditamos que estes fenómenos de avistamentos são uma projeção mental do terror a do medo associado a esses locais”. 

Seja qual for a explicação, o mistério é um dos destaques de “Unsolved Mysteries”, que regressa à Netflix com novos episódios e novas histórias de arrepiar para contar. Os seis episódios que chegam a 19 de outubro completam assim a segunda metade da temporada de regresso da série que nasceu em 1988 — e que a Netflix resolveu fazer renascer, depois de quase 12 anos de ausência das televisões.

Não há apenas histórias paranormais para descobrir. Os novos episódios arrancam com um homicídio misterioso que uma década depois continua por resolver. Mas ainda mais misterioso é o caso de uma mulher norueguesa que foi encontrada morta no seu quarto de hotel, poucas horas depois de ter feito o check-in. As etiquetas das roupas haviam sido retiradas, a mala escondia uma caixa de balas e o nome com que fez o registo era falso. Nunca ninguém descobriu porquê.

O pacote fica completo com uma fuga inacreditável de um condenado à morte e de um suposto rapto de duas crianças de um parque infantil em Nova Iorque.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT