Televisão

Os videojogos de “Squid Game” que estão a dominar os telemóveis portugueses

A série sul-coreana da Netflix foi um sucesso mundial e o seu impacto continua a sentir-se junto, sobretudo, dos adolescentes.
A série tem 9 episódios.

Desde que estreou na Netflix, a 17 de setembro, “Squid Game” tornou-se um sucesso mundial cujo impacto continua a sentir-se. A série sul-coreana centra-se numa competição clandestina em que pessoas desesperadas e cheias de dívidas participam em jogos infantis com grandes twists.

Se conseguirem ir passando as provas e chegarem ao fim, recebem uma quantia tão exorbitante de dinheiro que é suficiente para pagar tudo aquilo que devem e ainda assim levarem uma vida de luxo. O problema é que, caso percam um jogo, são literalmente eliminados. Ou seja: a sua vida está em risco de cada vez que participam numa prova.

“Squid Game” foi um fenómeno em dezenas de países. Em Portugal, continua no topo das tendências da Netflix desde que estreou — e já lá vai mais de um mês. Tornou-se mesmo na série original da plataforma de streaming com a melhor estreia de sempre, ao ter sido vista por 111 milhões de contas nas primeiras quatro semanas desde a estreia.

Isso já se começou a notar nas escolas de vários países — inclusive nas portuguesas, onde crianças recriam os jogos que viram em casa na Netflix. A própria GNR comunicou estar “muito atenta” a este fenómeno.

​​“Ao longo das diversas ações de sensibilização que fazemos junto da comunidade escolar iremos continuar a reforçar os conselhos e os perigos que a violência transmite às crianças e aos jovens e a importância da sua monitorização”, disse ainda a Guarda Nacional Republicana.

Paralelamente aos jogos na escola, que podem ser considerados mais ou menos saudáveis, tem havido uma notória tendência de crescimento das apps de videojogos para telemóveis com referências a “Squid Game”. Muitos deles são versões jogáveis das provas que as personagens têm de enfrentar na série. Estes são alguns dos mais populares — mas há inúmeras versões.

“456: Survival Game”

Está no número um dos jogos mais descarregados da Playstore da Google e é um dos jogos de “Squid Game” mais completos. Em “456: Survival Game”, começa com o jogo do macaquinho do chinês — cuidado para parar de se mover a tempo, se não morre — e vai percorrendo as diferentes provas da série.

Pode (tentar) recortar a bolacha com as mãos, participar num jogo da corda virtual e ainda fazer o jogo da ponte. Neste último caso, não vai haver outros concorrentes para ajudar a decidir, mas o próprio jogo vai mostrar quais são os blocos de vidro que pode pisar — é só decorar e seguir a ordem correta.

“Cookie Carver: Life Challenge”

Este jogo, como o título indica, é apenas dedicado ao da bolacha. O objetivo é recortá-la com a agulha no tempo indicado e tentar evitar a bala que está mesmo à nossa frente se falharmos.

“Candy Challenge 3D”

O mesmo jogo está em destaque, claro, no “Candy Challenge 3D”. Esta versão é mais difícil porque não é só necessário gerir o tempo — também é preciso passar com a agulha nos sítios específicos para que a bolacha parta no local certo mas não quebre a forma que está ao centro. E o “Candy Challenge 3D” também tem outras provas de “Squid Game”.

“Red, Green Light”

Este jogo tem o nome dado lá fora ao macaquinho do chinês, mas, na verdade, é provavelmente o mais completo dos que são dedicados a “Squid Game”. Contudo, acontece tal como na série: vai ser preciso passar de nível em nível para jogar todos os jogos. Enquanto vai acumulando tentativas vai ganhando diamantes, que depois podem ser usados para desbloquear níveis mais à frente. Ao contrário de outros, este jogo inclui a prova dos berlindes.

Se adorou “Squid Game”, carregue na galeria para ver produções com os mesmos atores (e não só).

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT