Televisão

População de Melgaço considera que foi alvo de “ofensa grave” na novela “Para Sempre”

Em causa estão falas de uma personagem da produção da TVI que alegadamente afetam "o bom nome e reputação" dos locais.
"Para Sempre" estreou em novembro.

Neste sábado, 30 de abril, a Assembleia Municipal de Melgaço aprovou por unanimidade uma moção proposta pelo PS que exige a “emissão de um comunicado público” da TVI a “repudiar” uma cena de uma das suas novelas, “Para Sempre”, pode ler-se no “Correio da Manhã”.

Em causa estão falas de Alcino Parracho, personagem interpretada pelo ator Rui Melo, que, segundo a Assembleia Municipal de Melgaço, se refere aos habitantes de Castro Laboreiro — que fica no concelho — como “ladrões, bandalhos, manhosos, entre outros epítetos”.

A moção diz ainda que “é feita a insinuação de que a raça do cão de Castro Laboreiro resulta de uma apropriação ilegítima dos cães Sabujos da Serra do Soajo”. “Os diálogos transmitidos na novela de ficção (…) constituem uma ofensa grave à tradição e cultura de Castro Laboreiro, afetando o bom nome e reputação das suas gentes”, acrescenta.

A moção, que considera o caso como uma “ofensa grave”, terá sido enviada à Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), à Associação Portuguesa do cão de Castro Laboreiro, à Câmara Municipal de Melgaço e à União das Freguesias de Castro Laboreiro e Lamas do Mouro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT