Televisão

Porque é que Tommy Shelby molha sempre os cigarros nos lábios?

O tique tornou-se numa imagem de marca da personagem de "Peaky Blinders". O ator Cillian Murphy explicou o motivo para este comportamento bizarro.
A série acaba de regressar para a última temporada

Mais de três mil cigarros fumados. Foi essa a contabilidade feita pelo departamento de adereços de “Peaky Blinders” a pedido de Cillian Murphy, o ator que interpreta Tommy Shelby, da série de culto da BBC.

Outro dado curioso: essa contabilidade incluiu apenas as duas primeiras temporadas. Já com cinco partes gravadas e a sexta e última em estreia, estima-se que o valor real possa ser muito maior. Mas há outro pormenor da personagem que foi recentemente revelado por Murphy e que tem intrigado os fãs.

Antes de acender cada um dos cigarros, Shelby roça a ponta em torno dos lábios. Que hábito estranho é este? Pois bem, Murphy revelou tudo.

“O departamento de adereços retira-lhes sempre o filtro. Isso faz com que fique apenas o papel, que tende a ficar colado aos meus lábios”, explicou o ator de 45 anos. “Humedecer o cigarro com os lábios é a forma de evitar que isso aconteça.”

Este pequeno gesto acabaria por ser replicado nas mais diversas cenas em que Shelby acende um cigarro — que são quase todas. Lentamente, os criadores da série foram assumindo o gesto. “Depois, acabou por se tornar num tique do Tommy”, explica Murphy, num fórum de perguntas e respostas a fãs, feito no Reddit.

Na verdade, os atores da série não fumam cigarros normais. Dada a quantidade usada, e para evitar consequências nefastas para a saúde do elenco, o departamento de adereços fornece apenas cigarros feitos à base de ervas. Um dos muitos truques usados, tal como a substituição de whisky verdadeiro por água colorida — ou ópio e cocaína substituídos por leite em pó ou bicarbonato de sódio.

A série britânica regressou para a sexta e última temporada a 27 de fevereiro, mais de dois anos depois do final da quinta temporada. A pausa forçada pela pandemia e pela morte da atriz Helen McCrory — que interpretava Polly — está na origem do atraso.

Por enquanto, a série é um exclusivo da BBC, que irá transmitir os seis episódios, antes de estes poderem transitar para a Netflix, a plataforma que disponibiliza a série em Portugal. Está também prevista a produção de um filme sobre “Peaky Blinders” que, tanto quanto se sabe, funcionará como o encerrar definitivo da história do clã Shelby.

A NiT já viu o primeiro episódio da nova temporada e conta-lhe tudo nesta crítica.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT