Televisão

O próximo “American Crime Story” vai contar o escândalo sexual de Bill Clinton

Estreia em setembro de 2020 — pouco tempo antes das próximas eleições presidenciais nos EUA.
Monica Lewinsky é uma das produtoras executivas.

Depois de contar a história do caso mediático do homicídio cometido por O.J. Simpson, e do misterioso assassinato de Gianni Versace, a saga de “American Crime Story” vai centrar-se no escândalo sexual de Bill Clinton e Monica Lewinsky e todas as consequências políticas que resultaram disso.

O título oficial do projeto será “Impeachment: American Crime Story”. Beanie Feldstein vai interpretar a antiga estagiária da Casa Branca Monica Lewinsky, que se envolveu com o presidente dos EUA quando tinha 22 anos.

Sarah Paulson (atriz regular na série irmã “American Horror Story”) vai ser Linda Tripp, confidente de Lewinsky; e Annaleigh Ashford será Paula Jones, a mulher que acusou Clinton de assédio.

Este trio de mulheres protagonistas é que vai oferecer a perspetiva para esta narrativa. A minissérie baseia-se no bestseller de Jeffrey Toobin que se chama “A Vast Conspiracy: The Real Story of the Sex Scandal that Nearly Brought Down a President”. 

Estreia nos EUA a 27 de setembro de 2020 — dois meses antes das próximas eleições presidenciais americanas. A própria Monica Lewinsky vai ser uma produtora executiva neste projeto liderado por Ryan Murphy.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT