Televisão

“Raised by Wolves”: chegou a nova série de ficção científica de Ridley Scott

Os primeiros três episódios — de um total de dez — já estão disponíveis na HBO Portugal.
A temporada tem dez episódios.

Aos 82 anos, Ridley Scott é um nome lendário do cinema e, em particular, do género da ficção científica. O cineasta britânico responsável pela saga de “Alien” ou por histórias como “Blade Runner” e “Perdido em Marte”, tem uma longa carreira, mas nunca tinha investido tanto numa produção televisiva como em “Raised by Wolves”, que estreia esta sexta-feira, 4 de setembro. 

Pela primeira vez, Ridley Scott realizou dois episódios — de um total de dez — de uma série de televisão, depois de já ter produzido “The Terror”, “The Man in The High Castle”, “The Good Wife”, “Os Pilares da Terra” ou “Taboo”, entre outras.

A ideia era que a sua companhia Scott Free Productions apenas produzisse “Raised by Wolves”, mas Scott gostou tanto do guião de Aaron Guzikowski que quis realizar um par de capítulos.

“Foi um sonho. Fiquei super feliz quando ficámos na produtora do Ridley Scott, mas tê-lo ele próprio a produzir, e depois a realizar dois episódios… Foi um grande alívio. Tu esperas que aconteça, mas nunca sabes se alguma vez vai acontecer”, contou Guzikowski à revista “Forbes”. O filho de Ridley, Luke Scott, realizou outros três episódios.

O argumentista e showrunner (conhecido por ter criado “The Red Road” e o guião de “Raptadas”) descreve esta série como um projeto “altamente ambicioso”, que requer um “pensamento fora da caixa” e que necessita de um “grande nível de experiência para conseguir a concretização” da melhor maneira.

Esta é a história de dois andróides que têm como missão criar crianças humanas num planeta virgem misterioso. Só que a crescente colónia de humanos está ameaçada pelas diferenças religiosas entre pessoas, por isso, os andróides percebem que controlar as crenças humanas vai ser uma tarefa desafiante e complicada.

Estes dois andróides, conhecidos como Mãe e Pai, são criaturas robóticas letais que foram enviadas com uma dúzia de embriões humanos por forças ateias que estão a perder uma guerra contra um grupo religioso chamado Mithraics.

Portanto, a religião é um tema que estará sempre presente na narrativa de “Raised by Wolves” e que é descrito como a principal razão para a queda da humanidade.

A Mãe e o Pai foram programados para rejeitar quaisquer ideias “sobrenaturais” ou “espirituais”. São profundamente ateus e querem manter as suas crias da mesma forma — embora vão percebendo ao longo do tempo que não é tão fácil como parece, dada a apetência da humanidade para se agarrar às crenças religiosas.

Os dois andróides funcionam como uma espécie de Adão e Eva artificiais, que têm a missão de criar toda uma nova humanidade no seu novo jardim do Éden. Cada vez que reagem de formas mais drásticas para protegerem as crianças, tornam-se mais humanos e emocionais, o que também poderá fazer com que questionem uma série de coisas em relação a si próprios.

Entre o elenco encontram-se nomes como Travis Fimmel, Amanda Collin, Abubakar Salim, Jordan Loughran, Ethan Hazzard, Winta McGrath, Aasiya Shah, Loulou Taylor, Susan Danford ou Daniel Lasker, entre outros.

As gravações aconteceram numa região montanhosa (e nebulosa) da África do Sul — que serviu de cenário perfeito para esta narrativa extraterrestre, e que, dada às suas características naturais, poupou muito dinheiro à produção em efeitos especiais de pós-produção. No entanto, a produção tem sido elogiada por ter conseguido criar um ambiente de ficção científica que estranhamente tanto parece familiar (em relação a outras histórias icónicas do género) como realmente futurista.

Carregue na galeria para conhecer outras das principais novidades da televisão (e do streaming) para este mês de setembro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT