Televisão

TVI leva Ljubomir Stanisic a tribunal — e pede 1,2 milhões de euros de indemnização

A estação prometeu e cumpriu a ameaça depois da saída atribulada de Ljubo para a SIC.

Foi uma das transferências mais polémicas do verão passado. A passagem do chef Ljubomir Stanisic da TVI, onde era o protagonista de “Pesadelo na Cozinha”, para a rival SIC deu origem a um conflito que agora vai mesmo a tribunal.

Segundo o “Meios & Publicidade”, a ação interposta pela TVI esta segunda-feira, 8 de junho, pede uma indemnização milionária de 1,2 milhões de euros, por alegada quebra de contrato entre a estação e o chef. O contrato seria válido até ao final de 2020.

Esta posição não é nova. Foi divulgada em comunicado por ocasião do anúncio da chegada de Stanisic à SIC.

“Ljubomir tinha um contrato de trabalho em vigor até ao final do ano, ao qual acrescia um valor dedicado pela produção dos seus programas. Tendo o chef rescindido de forma unilateral, reserva-se agora a TVI o direito de ativar mecanismos legais que a salvaguardem”, revelaram os responsáveis da estação.

Segundo a versão da TVI, Stanisic teria assinado no início de 2020 um novo contrato para produzir mais uma temporada de “Pesadelo na Cozinha”. Contrato esse que teria “condições muito favoráveis e invulgares no mercado”. “Por razões de saúde, um problema sério num joelho, e devido à pandemia, não foi possível concretizar a produção, o que deveria suceder agora [no verão de 2020], com data marcada para 15 de Setembro, dentro do espírito de boa fé e do contratualmente definido entre as partes”, acrescentaram na altura. Nada disso aconteceu.

Stanisic mudou-se mesmo para a SIC, onde brilhou à frente do novo “Hell’s Kitchen”, com audiências que bateram a estação rival. Aconteça o que acontecer em tribunal, o chef sérvio deverá mesmo manter-se no canal, onde está  previsto que apresente outra temporada do programa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT