Televisão

Última temporada de “This Is Us” é a mais emocionante — até os executivos choraram

"Eles choravam tanto que eu não sabia se deveria continuar", disse o criador sobre o visionamento no Zoom.
Promete.

Quando esperávamos que “This Is Us” não nos poderia impactar ou emocionar mais, eis que vem aí uma temporada — a sexta e última — que promete surpreender, até aqueles já habituados a assistir à criação de Dan Fogelman com uma caixa de lenços por perto.

Foi o próprio Fogelman que avisou, ao “Deadline“, que a última fase da história dos Pearson é tão emocionante que até a reação dos executivos o surpreendeu.

Durante um evento organizado pela revista, o criador disse que levou os executivos do estúdio às lágrimas durante a reunião de apresentação da sexta temporada no Zoom.

“As pessoas choravam tanto que eu não tinha a certeza se deveria continuar ou não [o visionamento]”, disse ele. “Algumas câmaras chegaram-se a desligar e eu pensei que tinha perdido pessoas”, acrescentou.

A isto, o ator Sterling K. Brown, que interpreta Randall na série da NBC, acrescentou que Fogelman adora ver as pessoas chorarem com a série. “Ele faz isso com prazer!”, brincou. No entanto, o próprio criador admitiu desta vez ter chorado durante o processo de composição. “Estava a acabar de escrever a estreia da temporada, e era a segunda vez que chorava ao escrever a série. Eu estava tipo, ‘Oh Deus, o que está a acontecer?’ A primeira vez foi quando William morreu. Isso fez-me chorar.”

Quanto a saber se tudo ficará bem resolvido na temporada final, que deve estrear no próximo ano, o responsável explicou apenas que foi tudo pensado com muito cuidado e que está confiante no resultado. No entanto, adiantou, nem isso o tenta a prolongar a série por mais uma temporada, devido à sua própria essência. Admitindo que o projeto é muito importante para ele e para todos os envolvidos, o criador disse ser complicado prolongar mais a história “devido à dificuldade de gerir o envelhecimento das personagens e continuar com flash-forwards e flashbacks”. E desabafou: “simplesmente não acho que seria capaz de o fazer da maneira que eu queria”. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT