Televisão

Um homem foi condenado à morte na Coreia do Norte por vender cópias de “Squid Game”

E vários estudantes foram condenados a anos de prisão por terem visto a série sul-coreana da Netflix.
A série estreou em setembro.

Segundo a “Radio Free Asia”, um homem foi condenado à morte na Coreia do Norte por contrabandear cópias da série “Squid Game”. As autoridades terão detido o homem depois de terem identificado estudantes do ensino secundário que estavam a assistir à produção sul-coreana da Netflix.

“Squid Game” terá sido introduzida na Coreia do Norte através de uma pen que veio da China. A série também não está disponível neste país mas é bastante popular graças aos sites piratas. O contrabandista vai ser condenado à morte por fuzilamento. E os estudantes vão ter penas de prisão.

De acordo com a “Radio Free Asia”, um estudante que comprou uma pen recebeu uma sentença de prisão perpétua. Seis outros alunos que viram a série foram condenados a cinco anos de trabalhos forçados. Alguns professores e administradores de escolas foram despedidos e terão de ir trabalhar para minas em locais remotos.

“Squid Game” estreou em setembro na Netflix e rapidamente se tornou um fenómeno global. O criador da produção confirmou que vai existir uma segunda temporada, embora a plataforma de streaming ainda não o tenha confirmado oficialmente.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT