Televisão

“Yellowjackets”: estreia agora em Portugal uma das grandes séries do ano

Com canibalismo e selvajaria, é uma história de terror e drama adolescente. Começa quando um avião se despenha numa zona remota.
Tem 10 episódios.

Chama-se “Yellowjackets” e tem sido a série do momento nos EUA, desde que estreou em novembro. Não é a produção mais popular de todas, mas tem sido aclamada pela crítica e por muitos fãs devotos de televisão. Esta terça-feira, 15 de fevereiro, chega a Portugal — vai estar disponível na plataforma de streaming da HBO.

No Rotten Tomatoes, site que aglomera as classificações atribuídas pela imprensa especializada, tem 100 por cento de textos favoráveis. Não há ninguém a falar mal desta série. No portal IMDb, numa escala de zero a dez, a produção original da Showtime tem 8 de classificação.

Descrita como uma mistura entre “Lost” e “O Senhor das Moscas”, entre outras coisas, tem dez episódios com cerca de uma hora. O projeto foi criado por Ashley Lyle e Bart Nickerson (dois dos argumentistas que trabalharam em “Narcos” e “Narcos: México”). A narrativa passa-se entre 1996 e a atualidade. Acompanha as Yellowjackets, uma das melhores equipas de futebol feminino do ensino secundário, originárias do estado de Nova Jérsia.

Quando estão a caminho de um jogo do campeonato em Seattle, o avião onde viajam despenha-se algures numa zona remota e rural de Ontário, no Canadá. As raparigas ficam lá retidas durante 19 longos meses, até serem resgatadas — esta é a linha temporal de 1996.

As disputas normais entre adolescentes transformam-se numa luta pela sobrevivência e por um estilo de vida selvagem. A competitividade natural entre colegas torna-se louca, com atos de guerra, rituais animalísticos, magia negra e canibalismo à mistura.

Aquelas que sobreviveram são as personagens que protagonizam a linha temporal de 2021. São quatro mulheres de meia-idade, que se tornaram alvo de curiosidade e fascínio, sobretudo agora que se celebra o 25.º aniversário do acidente de avião. Mas levam vidas suburbanas normais.

A grande questão é: afinal, o que aconteceu naquela floresta? As antigas colegas de equipa fizeram um pacto para nunca contar nada a ninguém, mas agora estão a receber cartas de alguém que promete revelar os seus segredos. E, depois, acontece um homicídio.

A procura pela verdade torna-se o elemento mais empolgante da narrativa, apontam vários críticos. Esta é uma história intrigante, envolvente e misteriosa, que combina elementos de terror, suspense e drama adolescente. Mas no momento presente da história também assistimos a crises de meia-idade.

As diversas personagens, ricas e densas (sobretudo as versões mais velhas), estão também a ser bastante elogiadas. O elenco inclui nomes como Melanie Lynskey, Tawny Cypress, Ella Purnell, Sophie Nélisse, Christina Ricci, Jasmin Savoy Brown ou Samantha Hanratty, entre outros.

O enredo de “Yellowjackets” desenrola-se sob uma banda sonora com música dos anos 90 que também é um dos pontos fortes da série. É uma história que se debruça ainda sobre as angústias e a raiva da Geração X, que se concretizam de uma forma tão psicológica como violentamente física.

Carregue na galeria para conhecer outras novidades das plataformas de streaming e da televisão.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT