Ginásios e outdoor

11 exercícios para ficar com um rabo perfeito

Pode fazê-los em casa, sem material algum. São movimentos simples, mas muito eficazes. As dicas são de Fabiana Gonçalves, instrutora de Made in Brasil, uma modalidade em que se trabalham sobretudo os glúteos

Está a ver a primeira cena do filme “Lost In Translation”, da realizadora Sofia Coppola? Nós relembramos: é um plano apertado do rabo — invejável — da atriz Scarlett Johansson, que está deitada de lado na cama.

Ficar com uma figura assim é o objetivo de muitas mulheres. Até para quem faz exercício, esta parece ser uma missão impossível, porque, a curto prazo, não se vêem resultados. Este é o principal motivo para a falta de motivação, que leva muita gente a desistir muitas vezes ainda na fase inicial de um plano de treinos. Mas se há músculos que precisam de tempo são os do rabo. É preciso ter em conta que os glúteos são os maiores músculos do corpo e, por isso, demoram mais a tonificar. Mas com trabalho, persistência e os exercícios certos pode chegar lá.

A NiT esteve no Holmes Place do Parque das Nações com Fabiana Gonçalves, instrutora da modalidade Made in Brasil (MIB), uma aula em que se trabalham sobretudo os glúteos e coxas. Ela deu-nos os exercícios localizados mais eficazes e simples para tonificar estas zonas. Para quem está a começar, a PT aconselha duas séries de 15 repetições para cada movimento. Se já está habituada a treinar, aventure-se e faça três séries.

Todos os exercícios podem ser feitos em casa, porque, praticamente, só utilizam o peso do corpo

Todos os exercícios podem ser feitos em casa, porque, praticamente, só utilizam o peso do corpo. Ainda assim, se quiser que sejam mais intensos, pode colocar caneleiras com peso na zona dos tornozelos. Se, em exercícios na posição de quatro apoios, sentir muita pressão na zona lombar, pode optar por utilizar um step, que servirá de apoio para os braços.

Uns são os clássicos agachamentos e lunges, mais há mais exercícios – ao todo são 11. Nas fotografias parecem muito fáceis, mas se fizer um treino com todos eles acredite que vai doer — vai sentir os músculos a queimar, e bem. Se for disciplinado e repetir várias vezes este treino — mantendo uma boa alimentação, claro — é capaz de ficar ao nível da primeira cena do “Lost In Translation”.

Para ver Fabiana Gonçalves a exemplificar os exercícios e ler a explicação para cada um deles, carregue na imagem acima.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT