Alimentação Saudável

4 snacks para petiscar quando está ansioso (sem comprometer o peso)

A nutricionista Sónia Marcelo tem algumas sugestões para privilegiar nestes momentos.
Respire fundo.

Numa altura em que não conseguimos planear a semana seguinte e sentimos que a nossa liberdade não existe, o medo e a ansiedade tornam-se sentimentos constantes. Para colmatar isto, são muitas as pessoas que se refugiam na comida. Nesses momentos, importa respirar fundo e saber o que comer, para que não aumente o peso. Mas já lá vamos.

A isto chama-se fome emocional — é uma das consequências da pandemia que não se ouve falar. É também quando usamos a comida como um mecanismo de compensação de acordo com as emoções negativas, embora também possa acontecer quando estamos felizes.

No entanto, quando aquilo que sentimos é tristeza, frustração ou ansiedade, temos tendência a procurar o açúcar e os alimentos doces como conforto. “Permitem que nos esqueçamos por momentos dos nossos problemas, dão-nos uma sensação de prazer e relaxamento, mas é apenas momentâneo”, começa por explicar a nutricionista Sónia Marcelo.

“Como digo em consulta, estes alimentos não nos ajudam a resolver nenhum problema, pelo contrário. Causam-nos ainda mais problemas, como o vício por açúcar, o aumento de peso e de massa gorda, e a retenção de líquidos. Por isso, não vamos ter vantagens em consumi-los”, continua.

Antes de comer seja o que for, deve respirar fundo e refletir sobre o porquê de estar com vontade de comer. Quais foram os motivos? Como pode contornar ou resolver isso sem envolver comida? O ideal é ultrapassar esse momento de ansiedade sem se refugiar nos alimentos. Porém, se não conseguir, pode minimizar os danos.

Faça chocolate quente saudável.

A especialista, que é também autora do blogue “Dicas de Uma Dietista”, tem quatro sugestões de alimentos para comer quando está a passar por uma crise. São opções que não vão comprometer a sua saúde, nem o peso.

1. Palitos de vegetais. “Muitas vezes, o que nos apetece é apenas trincar. Não temos fome (física), mas sim vontade de comer algo. Os palitos de vegetais, por serem rijos e ricos em água e fibra, vão ajudar”, recomenda a nutricionista.

2. Gomas de gelatina 0 por cento. Sim, leu bem: gomas. Comem-se à mão e vão funcionar como um petisco. Pode comer à vontade  (sem exagero, claro) e consegue o sabor doce de que precisa sem engordar. Pode ver a receita de gomas saudáveis neste artigo.

3. Cacau quente. Segundo Sónia Marcelo, esta bebida reconforta por ser quente e doce. Pode conhecer a receita saudável de cacau quente neste artigo.

4. Iogurte natural. Há quase sempre um em casa e, portanto, tem esta opção à disposição. Deve misturar com sementes de girassol e canela. Como vai implicar mastigação — útil para diminuir a ansiedade —, sacia e a canela reduz a vontade de comer doces, além de normalizar o açúcar no sangue, é uma combinação que vai ajudá-lo.

Para garantir que apenas tem alimentos saudáveis em casa, o que desde logo diminui a possibilidade de optar por doces e produtos processados em momentos de ansiedade, deve ter sempre uma lista de compras nas idas ao supermercado.

Se não sabe o que escolher, pode sempre espreitar a lista de compras da nutricionista Sónia Marcelo em tempos de confinamento. Carregue na galeria para ficar a conhecer ao pormenor todos os produtos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT