Alimentação Saudável

5 dicas para manter a dieta sem abdicar dos jantares de Natal

Siga estes conselhos e continue a fazer uma alimentação saudável mesmo nos convívios natalícios entre amigos e família.
Os jantares de amigos podem ter receitas mais saudáveis para ajudar na dieta.

Se os fins de semana já são sinónimo de convívios e jantares de amigos, na época natalícia os eventos à mesa multiplicam-se. E nós, como bons portugueses que somos, gostamos muito de conviver rodeados de boa comida e bebida. As agendas começaram a ficar entupidas com as marcações e já só pensamos no que podemos fazer para limitar o impacto negativo das más escolhas alimentares que temos tendência a fazer nesses momentos.

Isto não quer dizer que não possamos comer uma francesinha de vez em quando, mas é melhor optar por refeições mais saudáveis se for uma daquelas pessoas que têm dois ou três jantares de grupo por semana. Até podemos conseguir controlar o que comemos — e o objetivo é mesmo fazê-lo — mas é difícil resistir a um outro alimento mais calórico, normalmente carregado de açúcar ou gordura.

Claro que existem refeições e petiscos saudáveis que nos permitem conviver e comer sem culpa. É muito mais fácil controlar o que vai para a mesa se fizermos o jantar na nossa casa, por exemplo. E, se for convidado, também pode oferecer-se para levar uma entrada saudável, uma salada ou até uma sobremesa menos calórica.

A nutricionista Maria Gama, autora do blogue “Põe-te na Linha” deixa cinco dicas que pode pôr em prática para conseguir fazer uma alimentação mais equilibrada nos jantares que se avizinham.

Entradas

Qual é o problema de oferecer uma sopa aos convidados? É uma excelente forma de começar qualquer refeição: primeiro porque ajuda a diminuir o que comemos no prato principal e segundo, porque faz com que consigamos reduzir nos petiscos.

Queijo fresco com tomate cherry, palitos de cenoura, omelete de forno, cogumelos salteados, requeijão enrolado em pepino, ovos recheados. São algumas opções de entradas mais saudáveis, mas existem muitas outras opções. “Vamos tentar deixar de lado os rissóis, os croquetes, o pão de alho e os chouriços — são alimentos que não nos fazem bem nenhum, e que só nos enchem antes do prato principal”, refere a nutricionista.

Menu

Tenha em atenção os tipos de pratos disponíveis o modo como são confecionados. Opte por assados, estufados, grelhados ou cozidos. Deixe de lado os fritos (batatas fritas) e os salteados.

“Mesmo que tenha muita gente para jantar, não precisa de fazer um bacalhau com natas ou uma lasanha. Porque não optar por preparar peru, polvo, pota ou pargo?”, aconselha a Maria Gama. E como acompanhamento pode assar batata-doce, aproveitando o calor do forno, ou arroz e legumes.

Sobremesas

Fruta fresca, cozida ou assada. Uma salada de fruta também é uma ótima opção. Experimente, por exemplo, triturar um iogurte com manga — ficará com uma mousse saudável deste fruto. Existem inúmeras sobremesas baixas em calorias que podem ser prepaparadas para estes jantares. “Há sempre uma forma de agradar os convidados. E, por lado, também não é preciso oferecer sobremesas a todas as refeições”, diz a nutricionista. 

Saladas

Tempere com azeite e vinagre, deixando de lado molhos de mostarda ou ketchup. “Com este tempo, as saladas não apetecem tanto porque está mais frio, mas pode sempre optar por um estufado de legumes ou preparados na wok”, aconselha a nutricionista. Além de ficarem super saborosos são um ótimo acompanhamento para as refeições.

Se a ceia de Natal é algo que a preocupa, a nutricionista está a preparar um workshop onde vai poder aprender a transformar sobremesas tradicionais em versões mais saudáveis. Dia 4 de dezembro, às 10 horas da manhã, no FoodLab, a Maria Gama junta-se a Sandra, autora do blogue “Panelinha de Sabores” para ajudarem quem quer comer todos os petiscos natalícios, sem sentir culpa. As inscrições são feitas através do site e têm um valor de 40€ por pessoa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT