Alimentação Saudável

A hortaliça barata e fácil de preparar que é uma arma secreta contra as ressacas

É utilizada para ajudar na digestão e também para recuperar dos excessos, mas tem muitos outros benefícios para a saúde.
É um ótimo aliado.

Apesar de ser utilizado em múltiplas receitas tradicionais, provavelmente já passou por este vegetal inúmeras vezes no supermercado e nunca o colocou no carrinho de compras. Ou então, até o trouxe para casa, mas esqueceu-se dele na gaveta do frigorífico. O repolho é a prova de que, às vezes, alimentos banais podem esconder inúmeros benefícios para a saúde, bem à vista de todos.

O repolho é uma variedade de couve e pode ser utilizado e confecionado de variadas formas. Os registos históricos indicam que faz parte da alimentação do Homem desde 2500 antes de Cristo. No Egipto, na Grécia e na Roma Antiga era ingerido para curar a ingestão excessiva de álcool e facilitar a digestão, pelo grande teor de fibra que tem na sua composição. Este continua a ser um dos principais benefícios para a saúde. Agora que a época festiva às aproxima, pode acrescentá-lo às suas receitas — irá ajudar a recuperar da ressaca ou de alguma indisposição. Dos seus benefícios não se ficam por aqui.

O repolho contém potássio na sua composição e contribuiu para manter a saúde dos músculos. Também pode ajudar na prevenção de doenças como o cancro, uma vez que é rico em antioxidantes como a vitamina C, que protegem as células. Estes mesmos antioxidantes podem, ainda, ajudar a melhorar o aspeto da pele e a fortalecer o sistema imunitário.

Também conhecido como couve branca, este vegetal é ótimo para incluir na dieta de quem está em processo de perda de peso. Segundo a nutricionista Cátia Gomes, do ponto vista nutricional, é um alimento com baixo teor calórico. “Tem cerca de 25 calorias por cada 100 gramas e possui alto teor de vitaminas e minerais”, acrescenta a especialista em nutrição.

Existem ainda mais benefícios para incluir o repolho na sua alimentação diária. Faz parte da família das brássicas ou crucíferas, a mesma dos brócolos, da couve e da couve flor, que são verduras ricas em sulforafano – um antioxidante que ajuda o fígado a eliminar substâncias estranhas, como chumbo e mercúrio.

Esta hortaliça, de forma arredondada e formada por folhas sobrepostas e bastante compactas, pode ser consumida crua ou cozinhada. Apresenta um sabor forte e é muito utilizada na confecção de saladas, sumos, sopas, salteados e outros pratos. No entanto, deve ser escolhido com algum cuidado. Preferia as couves mais verdes, sem manchas, nem marcas de insetos. Pode ser guardado na gaveta do frigorifico e consumido dentro de quatro dias.

A opção mais fácil de incluir o repolho na sua alimentação é salteando-o, mas existem muitas outras formas deliciosas de o cozinhar. Carregue na galeria para as descobrir.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT