Alimentação Saudável

Adeus print screens: 70 receitas do Instagram de Catarina Gouveia já estão em livro

Trocou o óleo pelo azeite, o açúcar por tâmaras e recriou sabores irresistíveis. As receitas são fáceis, simples e saudáveis.
A atriz partilha diariamente as sua receitas com os seguidores de Instagram.

Todas as receitas de Catarina Gouveia são simples, fáceis e incluem, quase sempre, legumes e frutas da época. A atriz e influencer encontrou na alimentação saudável uma forma de lidar com o acne e de manter a sua saúde mental.

O gosto pela cozinha surgiu muito cedo, herdado da mãe: “Fazia de mim a sua assistente de cozinha.” Catarina conta que ficava fascinada com a transformação dos alimentos, com o resultado “sempre maravilhoso, delicioso e cheiroso.” A culinária nunca deixou de ser uma paixão e tornou-se num hábito diário — prefere ser ela a cozinhar o que come. Aos treze anos, em Santa Maria da Feira, já preparava os almoços para a família, sempre com produtos tradicionais.

Quando entrou no curso de Psicologia da Universidade de Coimbra as coisas mudaram de figura. As refeições de fast food multiplicaram-se e deixou de praticar exercício físico. “Senti logo uma transformação no meu corpo, na minha pele,  nos meus níveis de energia e até na minha saúde mental. “Estas más práticas prolongaram-se até se mudar para Lisboa e começar a trabalhar como atriz.

Durante as gravações da novela “Destinos Cruzados” da TVI, teve uma crise de acne bastante agressiva que mexeu com a sua autoestima: “nem a maquilhagem o conseguia o disfarçar e até para os técnicos de luz era difícil evitar focar as borbulhas bastante inflamadas.” A atriz conta que reduziu o contacto com amigos e família por causa da doença cutânea.

A vergonha que sentia motivou-a a introduzir uma alteração radical no seu estilo de vida. Os tratamentos estéticos foram imediatamente postos de lado: a solução que encontrou foi mudar a alimentação. “Comecei a adaptar as receitas que aprendi com a minha mãe e transformá-las na versão mais saudável possível, cortando os açúcares e farinhas refinadas”, conta.

Durante as gravações da novela a amiga e colega de casa da altura, Jessica Athayde, falou com a sua naturopata que aconselhou Catarina a optar por um regime alimentar anti-inflamatório: “Tinha de mudar a minha forma de comer se queria melhorar o estado da minha pele.” Começou a pesquisar incansavelmente sobre os alimentos que devia deixar de comer.

A atriz aprofundou os conhecimentos sobre nutrição e sobre os alimentos que poderiam estar a provocar inflamação e chegou à conclusão que tinha de retirar coisas do prato: deixou de lado os laticínios, os produtos muito processados, os fritos e as carnes. “Mantenho esta alimentação até hoje, sem sacrifícios. Readaptei com sabor e com prazer as receitas a que estava habituada”, conta Catarina.

Rapidamente se apercebeu que as receitas simples e rápidas que fazia eram recriadas pelos seus 550 mil seguidores de Instagram. “Substitui o óleo pelo azeite, o açúcar por tâmaras ou banana, farinhas refinadas por farinhas mais densas nutricionalmente. Comecei a experimentar coisas em casa e aquilo que corria bem publicava nas redes sociais” e o feedback foi tão positivo que a partilha de receitas se tornou numa rotina.

“Recebi várias mensagens onde me pediam que escrevesse um livro de receitas, para não terem de estar sempre a fazer print screen do meu Instagram”, diz a atriz. A ideia agradava-lhe mas o tempo era pouco. Quando já lhe era impossível continuar a adiar, chegou o primeiro confinamento — a altura ideal para pôr mãos à obra. “A minha comunidade de seguidores recriava e partilhava as receitas com tanto carinho que decidir escrever o livro, sobretudo para o dedicar às pessoas que gentilmente me têm acompanhado”, afirma.

Catarina Gouveia reuniu mais de 70 receitas inspiradas sobretudo na sazonalidade dos produtos, porque muitas vezes faz as panquecas, sopas ou bolos com as frutas e legumes que tem no frigorífico. “O livro também acaba por ser muito útil, porque muitas vezes faço receitas de forma tão espontânea que meses mais tarde já não me lembro dos ingredientes que usei”, confessa.

Mas tantas combinações saudáveis não se fazem do dia para a noite. Catarina conta que foi um processo muito desafiante e que usou o tempo em que esteve confinada para brincar com os alimentos e experimentar muitas coisas novas. “Tinha muito tempo para cozinhar e um marido com vontade de provar tudo, por isso era impossível adiar mais este livro”. 

Nos tempos livres gosta de assistir a programas de culinária, onde também vai buscar inspiração para os pratos tradicionais e festivos que adaptou para o livro: “Tive a sorte de crescer numa família em que no Natal não faltavam o arroz doce, a aletria ou o leite creme. Tive o cuidado de colocar estas receitas readaptadas no livro.”

O livro “Feito com Amor“, publicado pela editora Manuscrito, está à venda a partir desta quarta-feira, 3 de novembro, e custa 16,60€.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT