Alimentação Saudável

Delicioso e saudável: o tronco de Natal sem glúten que todos vão devorar na Consoada

O melhor? Também não leva açúcar refinado, mas não se preocupe. O sabor irá agradar a todos, dos adultos aos miúdos.
Delicioso e saudável.

Após o jantar da Consoada, em muitas casas portuguesas há algo que nunca falha: uma ceia com muitas sobremesas. Os coscorões, azevias, rabanadas, sonhos, aletria ou arroz-doce raramente falham. A par destes doces, muitas vezes feitos em casa pelas mãos dos familiares mais talentosos, há quem leve sempre bolo-rei, bolo-rainha e o também já clássico tronco de Natal.

Tem este nome graças à sua aparência, que se assemelha bastante a um grande pedaço de madeira. Tem origem numa tradição antiga dos camponeses de França que, no inverno, queimavam árvores frutíferas nas lareiras das suas casas, em nome dos deuses. Se demorasse a queimar, as famílias teriam um bom ano de colheitas. Caso acontecesse o contrário, as plantações não trariam bons resultados.

No dia 24 de dezembro todas as famílias se juntavam à volta do fogo durante a refeição. Depois, os miúdos afastavam-se para rezarem e, quando chegavam, as chamas tinham sido trocadas por doces. As cinzas que restavam eram guardadas para servirem de proteção a doenças. Além disso, eram espalhadas pela casa e plantações para atrair boa sorte.

A tradição deu origem ao delicioso tronco de Natal que, infelizmente, é mesmo a sobremesa da quadra festival que mais engorda. Uma fatia de 100 gramas tem mais de 400 calorias, o que é semelhante ou até superior aos valores dos pratos principais. Por outro lado, existem algumas receitas mais saudáveis que não carecem de sabor, tal como prova esta proposta do blogue “Sejam Saudáveis, Sejam Felizes”. O melhor? Não tem glúten nem açúcar refinado.

Do que precisa

— 8 ovos
— 90 gramas de polvilho doce
— 85 gramas de amêndoas moídas
— 60 gramas de açúcar de coco
— 150 gramas de manteiga sem sal

Para o recheio:

— 100 gramas de chocolate com 74 por cento de cacau (no mínimo)
— 300ml de leite de coco

Como se faz

Comece por separar as claras das gemas, batendo-as individualmente (as claras em castelo). Num recipiente, combine o polvilho doce, a amêndoa moída e o açúcar de coco. Acrescente as gemas batidas e a manteiga derretida. Aos poucos, junte as claras em castelo e mexa até ficar uniforme.

Divida o preparado em duas formas retangulares iguais e leve-as ao forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de oito minutos (o melhor é verificar se já está pronto usando um palito). Enquanto a massa está no forno, prepara-se a cobertura e o recheio. Derreta o chocolate negro no leite de coco (em lume brando), mexendo sempre até obter engrossar e uniformizar.

Desenforme os retângulos e deixe arrefecer. Coloque um terço deste creme de chocolate e coco por cima de um deles e enrole. A seguir, repita o processo no outro retângulo. Coloque sobre um tabuleiro de modo a obter o formato de um tronco e cobra com o terço do creme restante. Finalize desenhando uns riscos com um garfo na cobertura, para ficar com o aspeto semelhante a um tronco. Leve ao frigorífico até solidificar.

Se não consegue resistir a um bom doce, carregue na galeria para conhecer outras receitas fáceis de replicar (umas mais saudáveis que outras).

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT