Alimentação Saudável

Descobrimos os 3 ingredientes que tem (mesmo) de incluir na sua dieta

A nutricionista Cátia Carvalho da Silva revela que a fruta, os legumes e o ovo podem ser ótimos aliados na alimentação.
Seja entendido no assunto.

Existem vários alimentos que, devido à sua composição nutricional, são extremamente importantes em qualquer plano alimentar diário. Não importa, obviamente, se está num contexto de emagrecimento ou de manutenção de peso. Nessa lista, em primeiro lugar, deve constar a fruta. O consumo diário de fruta fornece ao organismo vitaminas, minerais, fibra, água, açúcares naturais e antioxidantes para que este funcione de forma correta e equilibrada.

“Pelo facto de a fruta ser tão rica nutricionalmente, são vários os benefícios para a saúde, tais como a prevenção do risco cardiovascular, diabetes tipo 2 e obesidade, regulação da microbiota intestinal, aumento da sensação de saciedade, promoção da hidratação, reforço do sistema imunitário, entre outros. O consumo de fruta entre as refeições principais é uma ótima opção para substituir os alimentos ultraprocessados como bolachas ou chocolates”, explica a nutricionista.

Na sua alimentação também não podem faltar os hortícolas. Os legumes, as verduras e os vegetais devem contribuir para a alimentação diária com cerca de três a cinco porções diárias. Quando ouve que as cenouras fazem bem aos olhos ou que os espinafres dão energia, não é mentira nenhuma. Este grupo de alimentos é composto por vários nutrientes, vitaminas e sais minerais, que fornecem vários benefícios ao nosso organismo. 

“Vários estudos demostram que o consumo dos hortícolas previne vários tipos de cancro, ajuda a melhorar o perfil lipídico, a controlar a glicemia, a prevenir o aparecimento de doenças cardiovasculares, diabetes, obesidade, sem esquecer a ação anti-envelhecimento da pele. A presença diária de hortícolas, permite ainda uma maior variedade alimentar, tornando as refeições mais coloridas, acrescentando novos sabores, texturas e aromas. Segundo a Organização Mundial da Saúde, deve promover-se o consumo de, pelo menos, 400 gramas de hortofrutícolas diariamente, correspondendo a cinco porções destes alimentos”, refere Cátia. 

Por último, no seu plano alimentar, deve incluir a presença do ovo, um alimento muito rico nutricionalmente. É uma excelente fonte de proteínas de alto valor biológico (contém todos os aminoácidos essenciais ao organismo) e é fonte de vitaminas do complexo B, como a colina, vitamina A e D. O ovo é, ainda, rico em fósforo, zinco e antioxidantes como o selénio. 

Devido à sua riqueza nutricional e baixo porte calórico (cerca de 82 calorias por ovo), o seu consumo tem igualmente vários benefícios para o organismo como o aumento da saciedade, essencial num processo de emagrecimento, prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes e cancro e aumento da clareza na visão. Além do seu valor nutricional, os ovos são um alimento de baixo custo e que pode ser incorporado em vários pratos. 

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT