Alimentação Saudável

Estes são os melhores iogurtes de marca branca

Numa altura em que os preços da comida dispararam, a nutricionista Lia Faria escolheu as alternativas certas e mais baratas.
É um dos snacks mais práticos.

O corredor dos laticínios é um dos mais populares nos supermercados, ou não fossem os iogurtes um dos alimentos indispensáveis nas listas de compras dos portugueses. Fazem parte dos favoritos para os lanches de miúdos e adultos, porque são práticos, saudáveis e muito versáteis. O difícil é mesmo escolher a melhor opção para colocar no carrinho.

Com fruta, cereais ou mesmo ao natural, os iogurtes são daqueles produtos que nunca podem faltar no frigorífico, ou arrisca-se a ouvir o famoso “mãe, não há nada para comer”. São ótimos como snack, ao pequeno-almoço ou mesmo ao lanche. Mas quando vai às compras certamente que já ficou confuso com a quantidade de opções que existem à venda nos hipermercados.

“O iogurte é um alimento resultante da fermentação do leite e idealmente apenas deve incluir leite e fermentos láteos na sua composição, sendo também possível a adição de leite em pó”, refere a nutricionista Lia Faria à NiT. Rico em proteínas de alto valor biológico, minerais — como o cálcio — e ainda vitaminas, este laticínio é na sua origem um produto muito saudável que, à partida, nenhuma nutricionista retira do plano de dieta.

Apesar dos múltiplos benefícios, a especialista em nutrição lembra que, como em tudo na vida, há casos e casos, pelo que é fundamental ter especial atenção na hora de escolher qual colocar na lancheira, seja na dos mais novos ou mesmo na sua. Existem versões líquidas ou sólidas, normais ou magras, e naturais ou com aroma. Porém, nem todos são saudáveis. O termo “magro”, por exemplo, é associado a uma alternativa mais saudável, mas muitos escondem vários gramas de açúcar.

Mesmo dentro das melhores opções, nem todas são boas para toda a família. E, na hora de comprar, mais vale escolher um tipo de iogurte que agrade a todos. “Para as crianças a versão natural e sem adição de açúcar ou edulcorantes será sempre a melhor. É importante referir que para bebés e miúdos mais pequenos as versões à base de leite gordo ou meio-gordo são mais indicadas do que as versões magras”, destaca a especialista em nutrição.

Eleger um iogurte com uma lista de ingredientes curta, evitando propostas que possuam natas, açúcar como um dos primeiros ingredientes ou aditivos alimentares como conservantes e adoçantes artificiais, é o critério mais importante. Um bom iogurte precisa de apenas dois componentes: leite e fermentos lácteos.

A especialista em nutrição preparou uma lista com opções de marca branca que existem nos hipermercados portugueses. Com os valores dos bens alimentares a dispararem todas as semanas, estas são alternativas mais baratas.

Carregue na galeria para descobrir, então, os iogurtes de marca branca mais saudáveis do mercado.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT