Alimentação Saudável

Diga adeus aos drenantes: aposte nestas ervas aromáticas (baratas) com o mesmo efeito

São muito usadas nos pratos mais tradicionais da gastronomia portuguesa, mas muitos desconhecem os seus benefícios.
Pode inclui-las em qualquer prato.

Uns gostam mais de coentros, outros são mais fãs de salsa. Normalmente esta divisão de preferências de paladar está associada às regiões onde estas ervas aromáticas são mais cultivadas. Os coentros são mais comuns no Alentejo, enquanto a salsa é muito típica em Trás-dos-Montes, por exemplo. Esta divisão regional é também muito visível na utilização de cada uma destas ervas aromáticas nas especialidades regionais. Gostos e pratos típicos à parte, ambas reúnem muitos benefícios para a saúde.

“São excelentes substitutos do sal e muito versáteis”, começou por explicar à NiT a nutricionista Mariana Abecassis. Têm sabores muito característicos e intensos e que não precisam de ser utilizadas em grandes doses para se destacarem no prato. Além desta particularidade, as ervas aromáticas também têm muitas outras vantagens: “Diversos estudos apontam para benefícios na prevenção de doenças neuro-degenerativas e, muitas delas, como fontes antioxidantes“, refere a nutricionista.

Coentros ou salsa: qual a melhor?

A salsa, é uma planta aromática, também considerada medicinal desde a antiguidade, devido às suas propriedades nutricionais. É rica em compostos ativos como a miristicina e apigenina (flavonoides), apiol, alfa-pineno e beta-pineno, vitamina C e carotenos. “Pode ser usada fresca ou desidratada, apenas a folha ou usada a planta completa, incluindo o caule. Pode ser utilizada para temperar ou como infusão.”

Constituída por mais de 90 por cento de água, a salsa é pobre em calorias, gordura e hidratos. “Apresenta apenas 20 calorias por 100 gramas e uma quantidade apreciável de fibra de quase 3 gramas”, refere a especialista em nutrição. Estas características valem-lhe um lugar de destaque no grupo de alimentos que ajudam a emagrecer. Mas há mais.

Esta planta é uma boa fonte de vitaminas A , B e C e, por isso, tem poder antioxidante e contribui para fortalecer o sistema imunitário. “As mulheres grávidas devem apostar no consumo deste tempero, porque a salsa é rica em ácido fólico, que intervém na divisão celular, importante na gravidez”, sublinha Mariana Abecassis. É ainda considerada diurética, o que ajuda a evitar a retenção de líquidos e na prevenção das infeções urinárias.

A nutricionista acrescenta: “Uma vez que ajuda a estimular a eliminação de líquidos do organismo, alguns estudos sugerem que diminui a excreção urinária de cálcio e aumenta o pH urinário, o que pode ter um efeito nefroprotector e ajudar a prevenir a formação de pedras nos rins.”

Em termos nutricionais, os coentros são muito semelhantes à salsa, mas o mesmo não se pode dizer do sabor. São igualmente pouco calóricos, diuréticos e uma boa fonte de vitaminas C e A. Ajudam a fortalecer o sistema imunitário e têm um papel importante na prevenção do envelhecimento precoce e na qualidade da pele. A nutricionista acrescenta também que “têm uma função hepatoprotetora, por isso, o chá de coentros pode ajudar a melhorar a digestão”.

Ricas em micronutrientes, que vão desde as vitaminas aos minerais, estas ervas aromáticas têm ambas uma importante função na regulação de vários aspetos do organismo. Carregue na galeria para conhecer algumas receitas com salsa e coentros.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT