Alimentação Saudável

Era “o menino mais gordo do mundo” mas já perdeu mais de cem quilos

O caso era tão extremo que só uma mudança radical o poderia salvar. Foi isso mesmo que aconteceu.
Uma mudança impressionante.

O nome talvez não lhe diga grande coisa. Ainda assim, é bem provável que já se tenha cruzado online com a história de Arya Permana. Quando tinha 11 anos, as imagens do jovem correram mundo e pelas piores razões.

Na altura, Arya pesava já mais de 190 quilos. As imagens revelavam um caso de obesidade mórbida particularmente chocante por envolver ainda uma criança. O jovem indonésio ficou conhecido na imprensa internacional como “o menino mais gordo do mundo”. Mas muita coisa mudou entretanto.

Na altura, o dia a dia de Arya era um misto repetitivo de doces atrás de doces e uma vida sedentária ao limite. O caminho que seguia prometia uma vida em risco. Pelo meio, a infância já se ia perdendo.

Entretanto, a vida de Arya mudou de forma radical. De tal maneira que o miúdo, que há muito sonhava jogar futebol, parece mais perto do que nunca de o conseguir. No espaço de três anos, Arya perdeu mais de cem quilos.

Parte do processo foi iniciado com uma cirurgia de banda gástrica. Mas a operação não seria suficiente se não mudasse todo o estilo de vida. A mudança na alimentação foi chave mas também uma ajuda em particular.

Natural de Karawang, na Java Ocidental, Arya tem contado com o apoio do personal trainer Ade Rai, que o educou a trocar a quantidade absurda de doces, colas e noodles por opções bem mais saudáveis, como fruta e vegetais, mas também ajudou a implementar uma rotina completamente diferente, onde o exercício físico passou a tomar parte.

Numa entrevista ao “Asia One”, o personal trainer Ade Rai contava como o sucesso que tem tido com Arya vai já muito além da conquista do miúdo. “O Arya tornou-se um símbolo de esperança”, destaca. “Agora as pessoas dizem-me: ‘se o Arya perdeu peso, porque é que eu não haveria de conseguir também?’”.

Nas redes sociais, o personal trainer tem contado ao mundo com vídeos e imagens as mudanças que ele e Arya conseguiram implementar. Um vídeo em particular mostra como as coisas começaram de forma simples e evoluíram a partir daí.

Na primeira fase, com Arya com claras dificuldades de mobilidade, os exercícios eram coisas tão simples como levantar e sentar numa cadeira. Impressiona, agora pelos melhores motivos, ver como o outrora “menino mais gordo do mundo já consegue acompanhar o personal trainer em repetições com levantamentos de pesos.

As sessões no ginásio, combinadas com a cirurgia e a alimentação, provavelmente salvaram-lhe a vida. A isto, juntam-se outras rotinas até relativamente simples mas que, com o tempo, se destacam. Como a caminhada de cerca de três quilómetros que faz diariamente.

Aos 14 anos, Arya Permana tem agora 83 quilos e mostra sinais de que não vai ficar por aqui. O “Mirror” revelou que Arya já joga futebol, basquetebol e outros desportos. Conseguiu também estrear-se em brincadeiras de miúdos que lhe tinham escapado, como subir a uma árvore, e até já conseguiu andar pela primeira vez numa mota, o veículo preferencial de boa parte da população no sudeste asiático.

Citado pelo mesmo jornal britânico, o miúdo admite que, em 2015, o próprio não achava que algo assim fosse possível. A verdade é que perdeu mais de metade daquilo que chegou a ser, na pior altura, o seu peso total. “Agora sinto-me melhor, e é tão diferente”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT