Alimentação Saudável

Está de dieta? Cuidado com o consumo exagerado de vinho, vá alternando com água

No entanto, não é necessário abdicar do vinho para conseguir manter a dieta. A nutricionista explica.
O segredo é não exagerar.

Além de desidratar, o álcool é o segundo elemento nutricional que fornece mais calorias, ficando atrás somente da gordura. No Natal temos tendência a rechear a mesa de doces e bons vinhos, mas o melhor será sempre fazer escolhas conscientes e beber de forma moderada — o seu fígado e a dieta agradecem.

“O vinho tem coisas boas e más (como acontece com tudo), mas consumido com moderação poderá até trazer benefícios para a nossa saúde”, começa por dizer a nutricionista Cátia Gomes à NiT. O vinho maduro tinto ajuda na manutenção do nosso sistema cardiovascular porque tem muitos antioxidantes, por exemplo.

Os excessos natalícios não se fazem apenas daquilo que comemos e as bebidas também são importantes no que toca à dieta. Deve manter-se atento aos sumos e aos vinhos que consome durante toda a noite. Pode optar por versões zero açúcares adicionados no caso dos refrigerantes. Mas há outras dicas par quem não quer abdicar do seu copo de vinho ao jantar: alterne sempre as bebidas alcoólicas com água. 

O alcóol devem ser bebido com moderação visto que é altamente calórico: um copo de vinho tem cerca de 120 calorias e uma cerveja tem 142. “No entanto, não é necessário abdicar do vinho para conseguir manter a dieta”, assegura a nutricionista.

Até porque podemos sempre optar por beber um ou dois copos e deixar de lado algumas das sobremesas que queríamos comer no final da refeição. Ou seja, “vamos ingerir mais calorias no vinho, mas compensamos com a diminuição das sobremesas ou entradas”, explica Cátia Gomes.

O problema do Natal não surge devido à comida ou bebida em si mas, segundo a nutricionista, “é o exagero” o principal culpado. Normalmente. nunca consumimos toda a comida disponível no dia da ceia e acabámos por ter sobras durante uma ou duas semanas. Isso acaba por ser prejudicial porque a comida tradicional natalícia é muito rica em frituras e azeite, duas gorduras  bastante prejudiciais e que liquidam qualquer dieta.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT