Alimentação Saudável

Esta é a melhor forma de curar a primeira ressaca do ano (esqueça o fast food)

A melhor forma de evitar a ressaca é prevenir. Se já não vai a tempo, aprenda dois truques para acabar com a ressaca e o enjoo.
Para começar o ano da melhor maneira.

Todos os anos a história repete-se. Exageramos nos brindes de Ano Novo e, no dia seguinte, parece que começamos o novo ano com o pé esquerdo: de ressaca. Beber álcool, sobretudo em doses industriais pode ser acompanhado de vários efeitos secundários. A ressaca é a mais comum, com sintomas que incluem fadiga, dores de cabeça, náuseas, tonturas, sede e sensibilidade à luz ou ao som.

Embora não faltem supostas curas de ressaca, que vão desde beber um copo de sumo de pickle até esfregar um limão na axila antes de beber, poucas destas ideias são suportadas pela ciência.

Já lhe dissemos que a melhor forma de preparar o nosso corpo para um noitada de bebidas alcoólicas é a ingestão de alimentos ricos em gordura. “A nossa digestão é que vai determinar se vamos ter muita ressaca ou não. Se comermos bastante vamos conseguir aguentar melhor o álcool e, por consequência, temos menos ressaca. Pelo contrário, se estivermos de estômago vazio, já não vai correr tão bem”, começa por dizer a nutricionista Cátia Gomes à NiT.

Até o tabaco poderá influenciar a sua disposição do dia seguinte: misturar nicotina com álcool pode não ser a melhor opção se não quiser acordar mal disposto. Outra das ajudas para prevenir a desgraça pode passar por alternar o álcool com água e hidratar-se bastante antes de dormir.

No entanto, quando acorda com dores de cabeça e enjoado, só há uma coisa a fazer para tentar acabar com o sofrimento. “O melhor é sempre beber o máximo de água que puder logo ao acordar e tentar fazer uma alimentação equilibrada e muito saudável, sopas, saladas e grelhados são as melhores opções”, explica a nutricionista.

Normalmente, aquilo que apetece mais no dia seguinte é atacar o restaurante McDonalds mais próximo de nossa casa e pedir coisas gordurosas, além dos habituais refrigerantes. A nutricionista desaconselha claramente esta vontade: “Se ingerirmos alimentos ricos em gordura, vamos ficar ainda pior e mais enjoados.”

Agora pode atá já ser tarde demais, mas carregue na galeria para descobrir como se evitam e curam as piores ressacas — já fica a dica para a futura bebedeira.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT