Alimentação Saudável

Estas são as rabanadas mais saudáveis que vai comer na sua vida

Isabel Lopes, a criadora desta versão da receita, jura que o resultado é maravilhoso. A NiT explica-lhe como se faz.
Esta é uma sugestão da página "Healthy Snack Time"

São normalmente conhecidas por “french toasts”, mas a verdade é que a cozinha francesa não teve nada a ver com a origem desta sugestão. De acordo com uma coleção de receitas do início do século V, “Apicius”, a iguaria já existia durante o Império Romano. Na altura chamava-se “pan dulcis” e os romanos tinham um estilo de confecionar próprio, mas que antevia já o atual: colocavam o pão de molho no leite (e às vezes também em ovo) e depois em óleo ou manteiga fritavam o doce.

Mais tarde, na corte inglesa do século XV de Henrique V, uma versão francesa tornou-se moda na culinária daquele tempo. Chamava-se “pain perdu”, isto é, “pão perdido”, devido ao facto de ser o pão velho e duro o protagonista da receita. Já o modo de confecionar, esse manteve-se.

Mesmo assim, em 1724, um novaiorquino chamado Joseph French criou finalmente o prato das “french toasts” e assinou-o com o seu apelido. No entanto, diz-se que como se esqueceu do apóstrofe, que daria qualquer coisa como “French’s Toast”, ao longo dos anos, as pessoas associaram esta receita a origem gaulesa (que não tem) e não ao próprio apelido de Joseph.

Em Portugal sentimos-lhes os cheiro e o paladar principalmente na época natalícia. No entanto, as rabanadas, também conhecidas como fatias douradas ou fatias paridas, são um prato frequente ao pequeno-almoço, lanche ou até um snack. E como o mercado e as pastelarias estão repletas de propostas calóricas e pouco saudáveis, isso faz com que seja muitas das vezes difícil encontrar receitas low carb saudáveis.

Para contrariar isso, a Isabel Lopes, criadora de conteúdos da página do Instagram “Healthy Snack Time”, partilhou uma receita das suas “french toasts”. Se os ingredientes são poucos e simples, garantimos-lhe que a forma de confecionar esta receita é ainda mais fácil. 

Do que precisa

— Um ovo
— Três fatias de pão de forma integral
— Uma pitada de canela
— Uma pitada de adoçante
— Uma colher de café de óleo de coco
— Fruta a gosto, eu usei framboesas do campo e morangos
— Duas colheres de sopa de iogurte a gosto

Como se faz

Comece por retirar as doses de pão (sensivelmente 35 gramas). Pode fazê-lo com a ajuda de um cortador redondo de bolachas. Depois, bata o ovo e adicione canela e adoçante. Volte novamente a bater. De seguida, aqueça a frigideira com o óleo de coco. Molhe cada rodela de pão no ovo e coloque na frigideira. Deixe dourar dos dois lados e serve. No fim, é só montar: de acordo com a Isabel Lopes, “primeiro as fatias, por cima coloquei o iogurte, depois a fruta e ainda polvilhei com adoçante.”

Se preferir uma opção mais refrescante para os dias quentes de verão, conheça oito receitas de gelados deliciosos (e até três ingredientes), que pode comer sem culpa. De seguida, carregue na galeria para os descobrir.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT