Alimentação Saudável

Estudo confirma: dieta vegana é eficaz para ganhar massa muscular

Tinha dúvidas se iria conseguia trabalhar os músculos sem derivados de carne? É possível, dizem os especialistas.
Dieta vegana poderá ser mais saudável.

Já muito se leu e se ouviu falar sobre a relação entre aumento da massa muscular e a proteína: uma não vive sem a outra. No entanto, para conseguir aumentar o volume dos seus músculos não precisa de comer uma enorme quantidade de carne diariamente. Existem muitas outras opções no mercado para conseguir ingerir a quantidade necessária deste nutriente, sem ter de recorrer a produtos de origem animal que, a longo prazo, poderão prejudicar a sua saúde.

Um estudo recente, conduzido por um grupo de investigadores da Universidade de São Paulo, demonstrou que independentemente da preferência alimentar, tanto os veganos como os omnívoros poder conseguir aumentar a sua massa muscular e força com a proteína isolada de soja. O estudo colocou 38 homens (19 omnívoros e 19 veganos), com idade média de 25 anos, num programa de treino supervisionado. Durante três meses, os participantes tiveram duas sessões de treino semanais.

Todos os indivíduos ajustaram as suas dietas para incluir 1,6 gramas de proteína por quilograma de peso corporal. Os omnívoros receberam suplemento de proteína de soro de leite (whey), enquanto os veganos receberam a proteína isolada de soja.

No início e no final do estudo, foram recolhidos dados sobre a massa magra da perna, músculo inteiro e áreas transversais da fibra muscular. Os parâmetros recolhidos mostraram que ambos os grupos alcançaram ganhos iguais de massa muscular.

Também Rafael Pinto, autor do livro “Saúde e Fitness Vegan”, defende que é “possível aumentar a massa muscular com a dieta vegana”. Segundo o autor, não há qualquer desvantagem conhecida em seguir uma dieta vegana e ser atleta. “Existem vários estudos que comparam a performance entre atletas vegetarianos e omnívoros e as conclusões são sempre as mesmas: se tiverem a treinar e a comer bem, ser vegano ou não não causa qualquer problema”, começa por dizer à NiT.

À partida, pode até poderá não trazer tantas vantagens caso a dieta omnívora seja uma dieta equilibrada — o que nem sempre acontece. E, muitas vezes, quem muda para uma dieta vegana acaba por comer mais vegetais, legumes, fibra, cereais integrais, frutas e a ter uma alimentação mais saudável. Por esta razão é que há pessoas que afirmam que se sentem muito melhor, com mais performance física e recuperam mais facilmente dos treinos depois de fazerem a transição para a dieta vegetal.

“Em termos nutricionais, quando feitas alimentações cuidadas e variadas, tanto a dieta vegana como omnívora têm os mesmos efeitos na performance física”, explica Rafael. 

“O que importa para fomentar o ganho de massa muscular são as calorias e a proteína ingeridas, sejam de origem animal ou vegetal”, diz o autor do livro. Fazer uma dieta mais variada e mais saudável com recurso a muitas leguminosas, tofu, seitan, soja e fruta é o que vai ajudar a sentir-se mais forte e recuperar mais facilmente após os treinos.

Rafael Pinto afirma que sentiu melhorias na sua performance física quando mudou para uma dieta vegetal, do dia para a noite. “A minha dieta é muito mais variada agora, do que quando fazia uma alimentação omnívora. Já comia de forma saudável, mas o facto de comer ainda mais saudável agora, ajudou a melhorar nas recuperações pós-treino”, afirma.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT