Alimentação Saudável

A super leguminosa que toda a gente devia estar a comer (especialmente as grávidas)

O feijão azuki tem uma série de benefícios que vale a pena descobrir. A NiT diz-lhe quais são.
Uma leguminosa importante para a saúde.

Originário do Japão, foi no início do século XX que chegou até nós. A semente deste feijão não necessita de ser semeada, tornando-a numa leguminosa selvagem, e é considerado um dos feijões com mais nutrientes e benefícios para a saúde. De cor encarnada, com um formato idêntico ao do feijão frade, porém de tamanho menor, tem vindo a ser cultivado e consumido em toda a Europa, principalmente pelas suas propriedades terapêuticas. 

O feijão azuki é um alimento diurético, o que faz com que previna e ajude a expulsar as pedras nos rins e vesícula, quando bebido em chá. De fermentação lenta, torna-se de mais fácil digestão, contribuindo para o controlo dos níveis de glicose no sangue e para a prevenção de doenças no estômago. Além disso, como é rico em fibras, melhora a flora intestinal, combatendo a prisão de ventre e fortalecendo o intestino, além de que aumenta a saciedade, ajudando quem está no processo de perda de peso e ganho de massa muscular por ser rico em proteína.

Para quem está grávida, não é menos do que um super alimento. É rico vitaminas do complexo B, principalmente em ácido fólico, excelente para as mulheres grávidas que geralmente precisam o repor através de vitaminas. Protege ainda a placenta e evita diversas doenças fetais.

Não está nada mal para lista de benefícios mas há ainda mais alguns. Além de baixar o mau colesterol, ajuda no bom funcionamento cardiovascular devido à forte presença de nutrientes como o magnésio e o potássio. O zinco e o cobre presentes na sua tabela nutricional são responsáveis por prevenir a osteoporose e fortalecer a estrutura óssea, ajuda na cicatrização e combate o envelhecimento precoce. Possui ainda um efeito detox e combate a anemia, por ser rico em ferro e molibdênio.

Rico em fibras, proteínas e ácido fólico.

Mas se já sabemos que benefícios tem, convém agora explorar de que forma o podemos introduzir na nossa alimentação diária. O feijão Azuki deve ser demolhado do dia para a noite, aproximadamente 12 horas, de seguida escorre-se e coloca-se numa panela com o triplo de água do volume do feijão. 

Sabemos que algumas leguminosas aumentam a flatulência, causando algum desconforto e mal estar. Nesse sentido, e para ajudar, pode juntar uma tira de alga kombu à cozedura. Deixe ao lume até estarem 80 por cento cozinhadas e, nessa altura, adicione o sal. Deixe cozer até ficarem macias e estão prontas a comer.

Caso queira conservar para outras refeições, pode sempre colocar no frigorífico, por 3 a 4 dias, ou então no congelador, onde consegue facilmente reservar grandes quantidades para mais tarde usar em estufados, saladas, guisados ou salteados, por exemplo.

Já agora, aproveite e carregue na galeria para descobrir 11 receitas saudáveis em que pode incluir feijão, desde hambúrgueres a bolos.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT