Alimentação Saudável

Há um segredo (simples) para fazer com que o chá dure mais do que a validade

“O chá absorve cheiros e humidade com muita facilidade”, pode ler-se no livro “Receitas À Volta Do Chá”.
Sim, os chás têm validade.

A história do chá começou na China há vários séculos e, desde então, a bebida tornou-se um ritual seguido em vários países. Reconforta, aquece as mãos e traz dezenas de benefícios, sendo que muitos deles nem imaginamos.

O chá preto, por exemplo, tem poder antioxidante. Se sente o estômago mais sensível, beber uma caneca de chá hortelã-pimenta, também conhecido como chá de menta, é uma boa opção.

Sabia também que beber um chá de camomila cerca de 30 minutos antes de se deitar pode ajudá-lo a adormecer mais facilmente? Há outros chás que têm efeito diurético e, por isso, são ótimos aliados na perda de peso. 

Resumindo: há opções para todos os gostos e necessidades. Por isso, acabamos por acumular vários tipos de chá em casa, mas não devemos esquecer que este produto tem uma validade, que vem descrita na embalagem. O que não deve saber é que muitas pessoas cometem um erro que faz com que os chás não durem tanto quanto possível. Mas já lá vamos.

Maria Vieira, especialista em chá e autora do livro “Receitas À Volta Do Chá” (15,90€), garante nesta obra que a qualidade, aroma e frescura deste produto também se reflete na forma como o guardamos.

Não faça isto.

“O chá absorve cheiros e humidade com muita facilidade e, como tal, deve ser armazenado com muita cautela”, pode ler-se no livro.

Prepare-se para ficar surpreendido: as centenas de caixas em madeira para chá que vemos à venda em quase todas as lojas de produtos para a casa não são a opção ideal. Na verdade, os chás devem ser guardados em recipientes próprios, preferencialmente herméticos e metalizados. Portanto, mantê-los num local fresco, seco, longe da luz e de odores fortes.

Lembra-se de termos mencionado um erro comum? Segundo a especialista, guardar todas as saquetas juntas é uma espécie de atentado ao chá. Os chás mais intensos, como os fumados ou aromatizados, não devem estar no mesmo sítio que os de aroma mais delicado.

Se tiver isto em conta, de acordo com Maria Vieira, a frescura do chá e os seus sabores serão conservados por, aproximadamente, oito meses a dois anos. Além disso, ultrapassada a validade, consegue-se manter as suas características.

Agora que já sabe tudo, carregue na galeria para conhecer oito chás sugeridos pela nutricionista Bárbara de Almeida Araújo, autora do blogue “Manias de Uma Dietista“, que podem ajudá-lo neste confinamento, seja para se acalmar ou emagrecer.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT