Alimentação Saudável

Há uma forma fácil e prática de se libertar da fome emocional que não a deixa emagrecer

Caracteriza-se por uma vontade de comer difícil de controlar. Aprenda a lidar com ela com a ajuda da nutricionista Sónia Marcelo.
Afeta muitas pessoas.

A fome emocional é uma das maiores inimigas de um regime alimentar saudável, e sobretudo, de quem está num processo de perda de peso. Quantos de nós já demos connosco a tentar esquecer um desgosto amoroso ou um problema no trabalho com ajuda de balde de gelado com pepitas de chocolate, num pacote de bolachas ou num bolo carregado de creme? Neste momentos não sentimos propriamente fome, mas uma vontade descontrolada de compensar estas emoções menos boas.

A fome, propriamente dita, ou seja, o sinal de que o organismo está a ficar em energia e precisa de combustível, surge de forma gradual e pode ser satisfeita por uma grande variedade de alimentos. Após a ingestão de uma quantidade de comida suficiente para suprir essa necessidade energética, o cérebro recebe a informação de que já não é necessário continuar a comer e, com isso, a sensação de fome atenua-se ou desaparece.

Existem, porém, situações em que a fome que sentimos não é física, mas emocional. Caracteriza-se por uma vontade imperativa de comer alimentos que nos dão provocam uma sensação de prazer, difícil de controlar. Por norma, surge de forma repentina e vem acompanhada por uma necessidade de satisfação imediata. E, regra geral, é satisfeita apenas com o consumo de alimentos hipercalóricos.

Nesses casos, mesmo depois da sensação de saciedade, a fome mantém-se, o que torna difícil controlar a ingestão deste tipo de alimentos. O que se procura é obter prazer com a alimentação e não satisfazer as necessidades físicas do corpo para este poder funcionar. No entanto, a satisfação obtida acaba por ser transitória e seguida de emoções negativas, sensações de frustração e de impotência por falta de controlo em relação à comida.

Estes sintomas podem estar ligado a várias coisas, entre elas o stress e a ansiedade. Porém, há forma de a resolver. A nutricionista Sónia Marcelo assumiu a missão de apoiar quem precisa de o fazer. “Percebi que estava na hora de pensar e definir estratégias para conseguir ajudar estas pessoas da melhor forma.”

A especialista em nutrição lançou um programa de duas semanas em que todos os dias é lançado um desafio para ajudar a superar este problema. Chama-se “Liberta-te da fome emocional” e funciona através de um grupo fechado no Whatsapp com acompanhamento diário da nutricionista e onde podem ser esclarecidas todas as dúvidas para arranjar estratégias para ultrapassar este problema. A inscrição custa 29€ e pode ser feita através da página de Instagram de Sónia Marcelo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT