Alimentação Saudável

A nova moda viral do TikTok pode provocar problemas graves de saúde

No feed da plataforma estão a surgir vídeos em que várias pessoas aderem ao desafio de molhar frutas nos seus suplementos pré-treino. Uma loucura.
Uma brincadeira que se pode tornar catastrófica.

Ao TikTok já chegaram quase todas as modas possíveis e imaginárias. E a verdade é que grande parte delas se tornou viral em pouco tempo. Desta vez, a mais recente tendência a surgir nos feeds desta plataforma líder no universo das redes sociais está a conquistar os entusiastas ligados ao fitness.

Nos últimos meses, sobretudo nos Estados Unidos, algumas pessoas começaram a aderir ao desafio “dry scooping challenge”, que consiste em ingerir uma colher a seco (sem diluir a sustância na água) de suplemento pré-treino. O que não estavam à espera é que essa brincadeira levasse muita gente ao hospital. Há até o relato num vídeo no TikTok de um caso em específico de uma mulher que após ter feito o desafio teve um ataque cardíaco.

Se esta moda já não chegasse, chegou uma nova tendência semelhante à plataforma: agora, pessoas ligadas ao fitness surgem a molhar frutas em suplementos de pré-treino e, de seguida, a comê-las. Um vídeo de um usuário mostra-o exatamente a mergulhar um pedaço de melancia na tampa do seu suplemento pré-treino. No mesmo vídeo lê-se ainda a frase: “A única maneira de tomar um pré-treino no verão”.

@taetjhi

Reply to @shelovesjayy7 enough dry scooping #BestSeatInTheHouse #fypシ #fitness #gym #gymtok #preworkout #katespadenyhappydance

♬ UP by Cochise and Snot – Republic of Cochise

Um mês antes, já outro utilizador do TikTok tinha feito algo semelhante num vídeo em que se vê este homem a despejar o suplemento pré-treino num recipiente com melancia picada. Na descrição, o tiktoker escreve que o dry scooping “é uma coisa do passado” e acrescenta que o resultado “é muito melhor do que pensava que seria”.

As reações públicas na secção de comentários aos vídeos têm sido variadas Há quem fique impressionado e diga que esta é uma ideia de génio, enquanto que os mais cautelosos dizem que estão verdadeiramente confusos e preocupados. A questão unânime é apenas uma: afinal de contas, a tendência de molhar as frutas nos suplementos de pré-treino é ou não é segura?

Mas antes disso, o que é e para que servem os suplementos pré-treino? Com certeza que já ouviu falar neles por mais ou menos que esteja interiorizado com o mundo do fitness. Estes artigos queridos de muitos desportivas são basicamente suplementos que são ingeridos antes de uma pessoa se exercitar. O objetivo é que forneçam toda a energia necessária para potencializar o treino. Geralmente, apresentam-se como um pó que depois deve ser diluído para fazer bebidas e smoothies (um shake cremoso de frutas). 

Em termos de composição, os suplementos pré-treino podem ter uma grande variedade de ingredientes, que variam consoante as marcas e as caraterísticas do próprio produto. Um estudo publicado na revista com sede na Suíça, “Nutrients”, em janeiro de 2019, analisou os 100 principais suplementos pré-treino comercializados e no final concluiu que 44,3 por cento “de todos os ingredientes foram incluídos como parte de uma mistura patenteada com quantidades não divulgadas de cada ingrediente”.

Mesmo com essa diversidade, os investigadores elegeram seis ingredientes que efetivamente se destacavam como os mais populares neste tipo de substâncias: beta-alanina, um aminoácido conhecido por evitar a redução de PH dos músculos e por isso retardar o aparecimento de fadiga; a cafeína; citrulina, um aminoácido que promove o fluxo sanguíneo; tirosina, outro aminoácido benéfico para a energia mental e o rendimento desportivo; taurina, geralmente encontrado em muitas bebidas energéticas; e creatina, um dos suplementos mais utilizados para melhorar o desempenho atlético.

Independentemente dos ingredientes que compõem os suplementos pré-treino, a verdade é que todos devem estar projetados para melhorar não só a atividade nos treinos, como também para ativar os resultados no próprio corpo.

Afinal, esta nova tendência do TikTok de molhar as frutas nos suplementos de pré-treino é ou não é segura?

Com ou sem frutas, há um detalhe em relação aos suplementos de pré-treino que é preciso ter em consideração. A agência norte-americana Food and Drug Administration (FDA), que é responsável por fiscalizar a segurança destes e de outros tipos de produtos relacionados com a saúde pública, não regulamenta os suplementos pré-treino antes de chegarem ao mercado.

Desta forma, só no caso de haver algum tipo de reclamação referente a estes produtos é que a FDA pode intervir e chegar até a retirá-los das prateleiras onde se encontram à venda. Até lá, e segundo declarações de uma professora associada ao Department of Clinical and Preventive Nutritional Sciences da Rutgers School of Health Professions, Jane Ziegler, é realmente difícil saber o que está nos suplementos pré-treino e em que quantidades. “E isso é preocupante”, alerta.

No entanto, e se fizer sentido incluir na rotina alimentar e de treinos estes suplementos, há outros aspetos a ter em atenção. Um deles é que estas substâncias estão preparadas para serem misturadas com, geralmente, um líquido. Por isso, o mais provável é que se não fosse esta tendência viral do TikTok não haveria muitas pessoas, por serem conscientes — até porque há probabilidades de se engasgarem — a consumir os suplementos puros e em pó ou misturados com outro alimento que não é líquido.

Confrontado com a situação numa entrevista à revista “Shape”, o co-fundador do ginásio em Manhattan SoHo Strength Lab, Albert Matheny, esclarece que “definitivamente não há benefícios em fazer o pré-treino dessa maneira” e acrescenta que pode ser apenas “uma forma diferente de consumir o pré-treino”.

O importante é que, no final, o resultado de ingerir os suplementos através deste método não seja catastrófico e que um simples desafio no digital não crie uma onda de hospitalizações devido a esta forma, mais intensa, de consumir o produto. Isto porque há diversos tipos de estimulantes que quando ingeridos em quantidades excessivas podem vir a aumentar a frequência cardíaca e a desencadear, por exemplo, ataques cardíacos. Para não dar um passo em falso, o aconselhável é sempre procurar um médico especializado que auxilie sobre a forma mais correta de ingerir os suplementos pré-treino e que, claro, continue a garantir um melhor rendimento na hora de fazer exercício físico (e de ver os seus resultados).

Já que lhe falamos do TikTok, recorde-se que os conteúdos multimédia da NiT já estão disponíveis na plataforma através da nossa página. A partir de agora pode também aceder às entrevistas, reportagens e a outros conteúdos sobre as maiores aberturas que acontecem no País e outros temas ligados ao lifestyle.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT