Alimentação Saudável

5 alimentos obrigatórios para ter em casa (se quiser começar a ser mais saudável)

Na lista de Sónia Marcelo não vai encontrar nomes esquisitos, nem produtos que estejam à venda em sítios muito específicos.
Um deles está nesta imagem.

Não é o único que já comeu fast food mais do que uma vez por dia, que já saltou refeições ou que não se sente saudável. Mas tudo pode mudar e a nutricionista Sónia Marcelo é um ótimo exemplo disso.

À NiT já contou que passou anos a comer batatas fritas diariamente e era capaz de devorar um pacote inteiro de Filipinos em poucos minutos. Chocolates, gelados e bolos eram apenas três das várias gulodices a que a nutricionista tinha facilmente acesso.

Recorda-se de que comia um bolo todas as semanas. Às vezes um croissant, outras um pão de leite e também adorava o bolo de arroz e o queque. Agora, há mais de um ano que não toca num pão de leite, por exemplo. Foi assim até aos 18 anos. 

Foi quando entrou para o curso de dietética que tudo mudou. Agora, ocupa a maior parte do seu tempo a ajudar mulheres e homens a tornarem-se mais saudáveis e, se for o caso, perderem ou ganharem peso.

Um dos primeiros passos é encarar a alimentação saudável como uma mudança. Não significa deixar de comer um ou outro tipo de alimento. É preciso valorizar os alimentos saudáveis, ter prazer a comê-los e ver todas as vantagens e bem-estar que estes lhe proporcionam.

No fundo, a primeira mudança deve ser psicológica, o resto virá naturalmente. “Quer que este ano seja um ano de mudanças positivas e comer bem e de forma equilibrada é algo que ambiciona, não só por questões estéticas, mas para se sentir melhor, ter mais saúde e energia”, diz a nutricionista.

A também autora do blogue “Dicas de Uma Dietista” vai ajudá-lo. Como? Revela o que não pode faltar na cozinha, destacando cinco alimentos obrigatórios — nenhum deles tem nomes esquisitos, podendo ser encontrados em qualquer supermercado ou mercearia. Carregue na galeria para saber quais são.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT